AGENDA



2017-06-19

19 JUN

Fátima: Reunião da Comissão Episcopal do Laicado e Família +

Fátima

Reunião da Comissão Episcopal do Laicado e Família

Marcar
19 JUN

Fátima: Reunião da Comissão Episcopal da Educação Cristã +

Fátima

Reunião da Comissão Episcopal da Educação Cristã

Marcar

A decorrer

01 ABR a 31 JUL

Fátima: Santuário vai atribuir prémio de jornalismo no centenário das aparições +

Fátima

Santuário vai atribuir prémio de jornalismo no centenário das aparições

Marcar
23 NOV a 31 OUT

Ordem Hospitaleira: Exposição sobre «A arte de cuidar - História da enfermagem» +

Lisboa - Telhal (Museu São João de Deus)

Exposição sobre «A arte de cuidar - História da enfermagem»

Marcar
26 NOV a 31 OUT

Fátima: Milagre do Sol inspira última exposição temporária do centenário das aparições +

Fátima - Convivium de Santo Agostinho, piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade

Fátima, 21 nov 2016 (Ecclesia) - O Santuário de Fátima vai inaugurar, este sábado, a exposição temporária evocativa da aparição de Nossa Senhora em outubro de 1917.

Com o título «As cores do Sol: a luz de Fátima no mundo contemporâneo», a exposição temporária - no ano Jubilar do Centenário das Aparições de Fátima – vai estar patente ao público no Convivium de Santo Agostinho, piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade, de 26 de novembro de 2016 a 31 de outubro de 2018, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Tomando como matéria histórica o dia 13 de outubro de 1917 e os relatos diretos e indiretos sobre o Milagre do Sol, a exposição pretende “recriar, através de vários mecanismos sensoriais, cenários relacionados com a paisagem do dia da última aparição da Virgem Maria em Fátima”.

A exposição que estará patente no ano do centenário é “a mais ambiciosa que o Santuário de Fátima já promoveu e conta com peças cedidas, em regime de empréstimo, por colecionadores particulares e por instituições eclesiais (paróquias e museus diocesanos) e do mundo civil, entre as quais o Museu da Fundação Calouste Gulbenkian e o Núcleo de Documentação e Arquivo da Direção de Serviços de Documentação, Comunicação e Relações Públicas do Ministério da Economia, lê-se no comunicado.

Através da linguagem da museologia, obras de arte e outros testemunhos materiais, de diferentes épocas históricas, dialogam em ordem a um discurso que levará a interpretar o papel de Fátima no mundo contemporâneo.

A exposição está organizada como um itinerário espiritual dos peregrinos em sete núcleos.

LFS

Marcar
14 FEV a 20 JUN

Porto: Curso pastoral da fragilidade +

Porto - Sede do Centro de Cultura Católica

Porto, 22 dez 2016 (Ecclesia) – O Secretariado da Pastoral da Saúde da Diocese do Porto, em conjunto com o Centro de Cultura Católica, promovem, de 14 de fevereiro a 20 de junho, o curso pastoral da fragilidade.

O Ano Santo da Misericórdia ainda ecoa e pede aos cristãos que se inclinem “diante dos mais frágeis”, tal como centenário das Aparições da Virgem, em Fátima, “é uma interpelação” a tornar as pessoas “mais próximas daqueles que, em razão da sua idade, deficiência ou doença, experimentam, em maior ou menor grau, qualquer tipo de exclusão”, sublinha uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

É obra de misericórdia assumir a fragilidade do outro como “tarefa própria, das comunidades e dos seus agentes pastorais” e a umas e a outros, o curso pretende “oferecer a oportunidade de crescer na competência para exercer a proximidade aos que sofrem, reconhecendo nesta tarefa um campo de missão evangélico e evangelizador”, lê-se.

As inscrições para o curso fazem-se durante o mês de janeiro e as aulas decorrem às terças-feiras, das 21:00 às 23:00, na sede do Centro de Cultura Católica, no Porto, realça o programa enviado à Agência ECCLESIA.

LFS

Marcar
04 MAI a 15 OUT

Lisboa: «As aparições de Fátima» na obra de Maria Amélia Carvalheira +

Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Lisboa, 07 abr 2017 (Ecclesia) – A igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no Patriarcado de Lisboa, vai receber a exposição ‘As aparições de Fátima’ na obra da escultora Maria Amélia Carvalheira, entre 4 de maio e 15 de outubro de 2017.

A escultora de arte sacra Maria Amélia Carvalheira (1904-1998) tem diversas obras na Cova da Iria e na cidade de Fátima, como a Via-Sacra dos Valinhos, o conjunto escultórico do Anjo de Portugal e os pastorinhos, seis estátuas da Colunata do santuário mariano ou no Seminário do Verbo Divino e outras casas de congregações religiosas.

De destacar que a escultura de Nossa Senhora de Fátima presente no local da aparição de 19 de agosto de 1917, também da autoria da artista natural de Gondarém, Vila Nova de Cerveira.

Neste contexto, e do Centenário das Aparições na Cova da Iria, a igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima vai mostrar ‘As aparições de Fátima’ na obra da escultora.

De assinalar, por exemplo, que a igreja do Patriarcado de Lisboa também tem um presépio, de 24 peças em barro policromo, executado em 1958 por Maria Amélia Carvalheira, que faleceu a 31 de dezembro de 1998, na capital portuguesa.

A escultora de arte sacra em 1949 ganhou o Prémio de Artes plásticas ‘Mestre Manuel Pereira’ para a escultura ‘S. João de Deus’; Em 1992 foi condecorada com ‘Pró Eclesia et Pontífice’, atribuída pela Santa Sé, e com o Grau de Comendadora da Ordem de Mérito pelo presidente da República, Mário Soares.

CB

Marcar
15 MAI a 27 JUN

Cultura: Vaticano e Museu Judaico de Roma promovem exposição conjunta +

Roma

Cidade do Vaticano, 22 fev 2017 (Ecclesia) – Os museus do Vaticano e a comunidade judaica de Roma promovem uma exposição conjunta dedicada à história da Menorah, o candelabro judaico de sete braços, que está patente em vários estilos de arte.

A Rádio Vaticano destaca que uma das peças mais apelativas é um baixo-relevo de uma Menorah, da região da Galileia, do século I, e vai poder ser visitada entre 15 de maio e 27 de junho.

O espaço do Braço Carlos Magno, na Praça São Pedro, vai expor 120 peças enquanto o Museu Judaico de Roma apresenta 10 obras dedicadas ao candelabro judaico de sete braços.

A exposição vai poder ser visitada a partir de 15 de maio até 27 de junho e entre os museus que emprestaram peças estão, por exemplo, o Louvre, na França, e a Galeria Nacional de Londres.

A concretização do projeto “foi possível graças às boas relações” entre judeus e católicos e na exposição apresentada no Museu Judaico de Roma, com a presença da sua responsável Alessandra Di Castro, estava a diretora dos Museus do Vaticano.

A emissora católica recorda que Bárbara Jatta, na primeira conferencia de imprensa onde falou sobre alguns projetos para este ano, antecipou esta mostra: “Seremos os hostess nesta sede e haverá uma sede também no Museu Judaico”.

Na altura, a diretora dos Museus do Vaticano disse também que Lisboa vai acolher uma exposição por ocasião da viagem do Papa Francisco a Fátima, em maio, no Centenário das Aparições na Cova da Iria.

O Museu Judaico fica ao lado da Sinagoga de Roma que foi visitada por São João Paulo II em 1986, o Papa emérito Bento XVI em 2010 e em 2016 pelo pontífice argentino.

CB

Marcar
19 MAI a 10 SET

Património: Exposição «Madonna» no Museu Nacional de Arte Antiga +

Lisboa - Museu Nacional de Arte Antiga

Exposição «Madonna» no Museu Nacional de Arte Antiga

Marcar
20 MAI a 02 JUL

Évora: Exposição de pintura «Reencontro e silêncio» do padre Manuel José Marques +

Évora - Reguengos de Monsaraz (Igreja de Santiago )

Exposição de pintura «Reencontro e silêncio» do padre Manuel José Marques na Igreja de Santiago, em Monsaraz.

Marcar
24 MAI a 25 JUN

Luxemburgo: Visita da imagem peregrina de Fátima +

Luxemburgo

Visita da imagem peregrina de Fátima ao Luxemburgo

Marcar
28 MAI a 16 OUT

Santarém: Exposição «A beleza da Mãe de Deus» no museu diocesano +

Santarém - Museu Diocesano

Santarém, 30 mai 2017 (Ecclesia) – O Museu Diocesano de Santarém tem patente ao público, até 16 de outubro, a exposição «A beleza da Mãe de Deus – da infância ao dia em que o sol bailou».

A exposição está organizada em três núcleos e procura apresentar uma “cronologia com os principais momentos da vida da Virgem Mãe, seguindo-se uma abordagem às inúmeras invocações marianas – títulos que o Povo de Deus, ao longo dos tempos, foi atribuindo a Maria pela sua particular intercessão”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Por fim, em pleno centenário das Aparições de Fátima, uma memória à Cova da Iria, à Senhora vestida de luz - e aos pastorinhos, agora santos – “invocação particularmente acarinhada pelos portugueses”, realça o comunicado.

A mostra reúne obras dos séculos XVI ao XX, “na maioria peças desconhecidas do público”, e apresenta, sobretudo, pintura e escultura, segundo a temática que pretende transmitir.

Esta exposição apresenta também “duas pinturas sobre tela, atribuídas à escola de Bento Coelho da Silveira”, doadas ao Museu Diocesano de Santarém por José Torgal Roque Dias

LFS

Marcar
31 MAI a 24 JUN

Évora: Exposição sobre as aparições de Nossa Senhora na História da Igreja +

Coruche - Galerias do Mercado Municipal

Exposição sobre as aparições de Nossa Senhora na História da Igreja com o historial  de 24 santuários marianos a nível mundial, a respectiva mensagem e a representação iconográfica de Nossa Senhora.

Marcar
02 JUN a 30 SET

Igreja/Cultura: Exposição «O culto mariano na Diocese de Évora» +

Évora - Arquivo distrital de Évora

Exposição «O culto mariano na Diocese de Évora»

Marcar
03 JUN a 31 JUL

Igreja/Cultura: Exposição «Síria, revista e aumentada» em Lisboa +

Lisboa - Paróquia de São Tomás de Aquino

Lisboa, 31 mai 2017 (Ecclesia) – A Paróquia de São Tomás de Aquino, em Lisboa, vai acolher, de 03 de junho a 31 de julho, a exposição «Síria, revista e aumentada».

A mostra contém 18 fotografias de Pedro Barros com textos de Álvaro Figueiredo, resultado de uma viagem feita em 2007.

Para «Síria, revista e aumentada» “convidou-se Mohammad Al Alloush (Deirazzor, 1985), a viver em Lisboa desde 3 de maio de 2017, a escolher outras fotografias de Pedro Barros e assim aumentar a exposição e, de forma colaborativa e em autêntico diálogo intercultural, ajudar a contar uma espécie de segundo capítulo, dez anos depois da viagem”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Numa história coletiva em que “a resiliência e a adaptabilidade são características do povo”, a exposição é também uma “homenagem à resiliência e à luta de um indivíduo que, como tantos outros, teve de escolher deixar a pátria, para poder continuar a tê-la”, realça o comunicado.

A inauguração tem lugar dia 3 de junho, sábado, às 12:00, com uma mesa redonda em que participam Pedro Barros (fotógrafo), Clara Caldeira (investigadora) e Inês Espada Vieira (curadora).

A exposição, uma iniciativa com o apoio da PAR-Plataforma de Apoio aos Refugiados,  estará patente ao público de 3 de junho a 31 de julho, com entrada livre, das 09h00 às 19h00 no átrio das capelas da Paróquia de São Tomás de Aquino, nas Laranjeiras, Lisboa.

LFS

Marcar
13 JUN a 13 SET

Fátima: Exposição temporária «Mater Dei» +

Fátima

Exposição temporária «Mater Dei» no âmbito do centenário das aparições e dos 300 anos do Patriarcado de Lisboa.

Marcar
19 JUN a 21 JUN

Episcopado: Jornadas pastorais da CEP +

Fátima - Casa das Dores

Jornadas pastorais da Conferência Episcopal Portuguesa

Marcar