Internacional

Igreja/Ambiente: Papa pede respeito e responsabilidade na relação com a natureza

Agência Ecclesia
...
(Lusa)
(Lusa)

Francisco enviou mensagem a congresso internacional sobre a encíclica «Laudato si e Grandes Cidades»

Cidade do Vaticano, 14 jul 2017 (Ecclesia) - O Papa apelou ao respeito e responsabilidade na relação com a natureza, associando-se ao congresso internacional sobre a encíclica ‘Laudato si e as Grandes Cidades’, que decorre na cidade brasileira do Rio de Janeiro.

Francisco falou “do direito fundamental” à água e advertiu para o surgimento de doenças e o perigo que a falta deste recurso representa para a vida de milhões de pessoas.

A mensagem foi endereçada ao arcebispo emérito de Barcelona e presidente da Fundação Antoni Gaudi para as Grandes Cidades, cardeal Lluís Martínez Sistach.

“O respeito é a atitude fundamental que o homem tem de ter com a criação”, escreve o Papa.

A mensagem alerta para a forma “irresponsável” como governos e comunidades se relacionam com a natureza, convidando a “favorecer a criação de uma casa mais habitável e mais saudável”.

“Não podemos ficar com os braços cruzados quando vemos uma grave diminuição da qualidade do ar ou o aumento da produção de resíduos que não são adequadamente tratados”, adverte, num texto divulgado pela Rádio Vaticano.

O Papa alude depois à questão das “grandes cidades multiculturais” e da falta de relações humanas, que considera “formas de pobreza, que podem degenerar em guetos e originar violência e injustiça”.

Francisco pede o compromisso de grupos, escolas, paróquias, para “que sejam capazes de construir com a sua presença uma rede de comunhão e de pertença”.

O II Congresso Internacional ‘Laudato Si e Grandes Cidades’ decorre até sábado, com a presença de responsáveis católicos e da sociedade civil.

OC



Brasil Papa Francisco Encíclica «Laudato Si»