Internacional

Índia: Festival de cinema assinala canonização de Madre Teresa

Agência Ecclesia
...

Certame começa hoje em Calcutá, data do aniversário de nascimento da futura santa

Cidade do Vaticano, 26 ago 2016 (Ecclesia) – A cidade de Calcutá vai acolher a partir de hoje um festival de cinema dedicado a Madre Teresa, por ocasião da canonização da religiosa que dedicou a sua vida aos pobres na Índia.

A Rádio Vaticano avança que o ‘Madre Teresa International Film Festival’ começa hoje, data do aniversário de nascimento da futura santa, e decorre até dia 29 deste mês, com o objetivo de “sensibilizar a opinião pública e cada pessoa sobre a obra da missionária”.

 “Queremos apresentar o melhor e mais amplo repertório de filmes e documentários centrados na figura e na vida de Madre Teresa, vencedora do Prêmio Nobel da paz em 1979”, explica a diretora da mostra, Sunjl Lucas.

O objetivo é “ter pelo menos 20 filmes” sobre a chamada “mãe dos pobres”, sendo que já estão garantidas duas pré-estreias mundiais: “Ama até estar mal” e “Memórias da Madre”.

Entre as obras já confirmadas, está a muito aguardada ‘Madre Teresa: a sua herança’, que “recorda, em ordem cronológica, a obra da futura santa e as várias entrevistas que concedeu ao longo dos anos”.

No programa do certame, que conta com o apoio da Arquidiocese de Calcutá e das Irmãs Missionárias da Caridade (congregação fundada por Madre Teresa) destaca-se ainda o documentário “Em nome dos pobres de Deus”.

Uma película que “tem como protagonista Geraldine Chaplin, filha do ator e diretor de culto do cinema mudo, Charles Chaplin”.

Este festival internacional de cinema, dedicado a Madre Teresa de Calcutá, foi lançado em 2003, no âmbito da então beatificação da religiosa albanesa.

Depois disso teve mais duas edições, uma em 2007, data do 10º aniversário da morte de Madre Teresa, e outra em 2010, quando foi assinalado o centenário do seu nascimento.

A cerimónia de canonização de Madre Teresa de Calcutá vai ter lugar no dia 04 de setembro e será presidida pelo Papa Francisco, na praça de São Pedro, a partir das 10h30 (menos uma em Lisboa).

As celebrações em honra da canonização da Madre Teresa de Calcutá, em Roma, vão integrar diversas celebrações, encontros e momentos de oração, entre os dias 01 e 08 de setembro.

Na Basílica de São João de Latrão, os peregrinos terão a oportunidade de venerar as relíquias de Madre Teresa; e no convento de São Gregório ‘al Celio’ poderão visitar o seu quarto.

A canonização de Madre Teresa foi aprovada pelo Papa Francisco no final de 2015, na sequência do reconhecimento da autenticidade de um milagre atribuído à intercessão da Beata Teresa de Calcutá.

O caso está relacionado com a cura de um homem brasileiro, de 35 anos, afetado por uma grave doença no cérebro, que recuperou de forma inexplicável.

A canonização, ato reservado ao Papa desde o século XIII, é a confirmação, por parte da Igreja Católica, que um fiel católico é digno de culto público universal (os beatos têm culto local) e de ser apresentado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade.

JCP



Madre Teresa