Internacional

Índia: Relatório regista aumento de violência contra cristãos

Agência Ecclesia
...

Lisboa, 22 jan 2015 (Ecclesia) – A organização indiana ‘Catholic Secular Forum’ divulgou um relatório em que contabiliza cinco cristãos mortos, mais de 300 sacerdotes, pastores e líderes de comunidades agredidos e feridos e duas mil mulheres indianas vítimas da violência durante 2014 durante 2014.

“Esta lista é apenas indicativa e não definitiva”, disse Joseph Dias, o leigo católico responsável pelo Catholic Secular Forum (CSF), à Agência Fides, do Vaticano.

O relatório sobre liberdade religiosa na Índia revela que foi registado “pelo menos um caso de violência por dia” em que pessoas, lugares ou líderes cristãos em 2014.

No total foram mais de 7000 incidentes dos “mais graves” onde estiveram envolvidas mais de 1600 mulheres abusadas e violentadas e 500 crianças.

A CSF indica no relatório que são grupos extremistas hindus que causam violência, como “a maior ONG na Índia”, o ‘Rashtriya Swayamsevak Sangh’ (RSS) que promove a ideologia nacionalista hindu e quer “eliminar” do país as minorias religiosas.

A agência de informação contabiliza também, segundo o documento, que o RSS apropriou-se de 60 igrejas “desconsagrando-as e transformando-as em bases”.

O ‘2014 Persecution Report’ constata ainda que existe “cumplicidade” das instituições públicas, como a polícia, que “muitas vezes recusa-se” em registar “atos de violência anticristã”, ou os meios de comunicação social que “ignoram os abusos” pela “não-publicação de notícias”.

Chhattisgarh, no ocidente do país, é ainda o território onde se regista mais violência sendo por isso o Estado em que “é mais perigoso” ser cristão.

Fides/CB/OC