Internacional

Iraque: Menina cristã regressa à família três anos depois de sequestro por jihadistas

Agência Ecclesia
...

Lisboa, 14 jun 2017 (Ecclesia) - A fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) informou hoje que uma menina cristã iraquiana, sequestrada há cerca de três anos em Qaraqosh, quando a região foi tomada por jihadistas, foi libertada e devolvida à família.

“Aida, a mãe de Cristina, de 46 anos, não conseguiu esconder a felicidade do reencontro com a filha, que um jihadista arrancou dos seus braços no dia 22 de agosto de 2014”, refere a nota enviada hoje à Agência ECCLESIA.

O reencontro deu-se na última sexta-feira, no campo de refugiados de Ashti, na cidade iraquiana de Erbil, onde vivem muitos dos cristãos obrigados a fugir das suas casas.

 “Ver a minha filha é um milagre”, disse Aida, poucos instantes depois de ter estado com ela de novo ao fim de três anos.

A diretora da Fundação AIS e, Portugal, Catarina Martins de Bettencourt, visitou o Iraque em 2015 e conheceu os país da menina Cristina, tendo ajudado a divulgar este caso.

OC