Internacional

México: Papa visitou túmulo de bispo defensor dos indígenas

Agência Ecclesia
...

Francisco fez homenagem silenciosa a D. Samuel Ruiz na Catedral de San Cristóbal de Las Casas

San Cristóbal de Las Casas, México, 15 fev 2016 (Ecclesia) – O Papa visitou hoje a Catedral de San Cristóbal de Las Casas, no sul do México, onde prestou rezou em silêncio diante do túmulo do antigo bispo da diocese, D. Samuel Ruiz, defensor dos direitos dos indígenas.

Francisco depositou um arranjo floral no local, evocando o prelado falecido em 2011, aos 86 anos.

O bispo, conhecido carinhosamente pelos indígenas como «jtatic» (pai), nasceu em Irapuato, no estado mexicano de Guanajuato, a 3 de novembro de 1924.

Foi ordenado sacerdote no dia 2 de abril de 1949 e bispo de San Cristóbal de Las Casas, no Estado de Chiapas (costa sudoeste do México) no dia 25 de janeiro de 1960.

D. Samuel Ruiz levantou por várias vezes a sua voz em defesa dos povos indígenas de Chiapas, explorados por proprietários de terrenos que usavam grupos criminosos para semear o terror.

Recebeu em 2000 o prémio Internacional «Simón Bolívar» da UNESCO e foi candidato, em 1994, ao prémio Nobel da Paz pelo seu papel na medicação do conflito entre o governo mexicano e o Exército Zapatista de Libertação Nacional, em Chiapas.

O Papa chegou à catedral depois de ter almoçado com um grupo de representantes de indígenas e de ter presidido a uma Missa para estas comunidades.

Já dentro do templo, Francisco encontrou-se com um grupo de doentes e idosos, por quem rezou.

“Eles [os doentes] carregam um pedaço da cruz de Jesus, estão a ajudar Jesus a carregar a cruz. Vamos rezar para que Jesus lhes dê força, os console. Vamos rezar à Virgem, à nossa mãe, para que cuide deles e lhes dê muita paz no coração”, disse.

OC



América