Nacional

Algarve: Diocese promove formação para novos catequistas

Agência Ecclesia
...
Foto: Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto: Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Faro, 17 fev 2017 (Ecclesia) – O setor da Catequese da Infância e Adolescência, da Diocese do Algarve (SDCIA) está a dinamizar um Curso de Iniciação para novos catequistas, cuja próxima ação é a 4 e 5 de março, no Centro Pastoral e Social em Ferragudo.

A formação do SDCIA que está a ser participada por 34 agentes pastorais vai ter continuidade com a apresentação de quatro temas: ‘Como anuncia o Catequista’, pela irmã Leonor Bernardino; ‘Itinerário Catequético’ por Martha Soares e Rita Chaves.

A irmã Josefina Teixeira, que coordena o setor da Catequese da Infância e Adolescência no Algarve, vai falar sobre ‘Psicologia da Infância e Adolescência’ e ‘A quem anuncia o Catequista’.

No 5 de março, a irmã Leonor Bernardino apresenta ainda o tema ‘O que diz a Igreja acerca da catequese’ antes de trabalhos de grupo com a preparação de uma catequese que posteriormente é apresentada.

Em informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal diocesano ‘Folha do Domingo’ adianta que a formação básica para novos catequistas começou a 11 de fevereiro.

No primeiro dia foram apresentados os temas ‘A Bíblia, sua constituição e importância na Catequese’ e a ‘A realidade da nossa Catequese’, respetivamente pelo padre Nuno Tovar de Lemos e Rita Chaves.

Durante a tarde mais duas apresentações, ‘O que é a Catequese’, novamente com Rita Chaves, e a irmã Josefina Teixeira falou sobre ‘Quem é o Catequista’.

A religiosa que coordena o Sector da Catequese da Infância e da Adolescência no dia seguinte apresentou dois temas: ‘O que anuncia a Catequese’ e ‘Que anúncio faz hoje a Igreja’.

Os novos catequistas conheceram também o que diz o Catecismo da Igreja Católica sobre a catequese, com irmã Leonor Bernardino.

O curso de iniciação que está previsto no plano de atividades para o ano pastoral 2016/2017 do Sector da Catequese da Infância e Adolescência está a ser orientado pelo respetivo secretariado e formadores convidados.

O jornal ‘Folha do Domingo’ informa ainda que a frequência do curso é complementada com a apresentação de um trabalho individual por escrito.

CB