Nacional

Aveiro: Diocese festeja solenidade de Santa Joana, padroeira da cidade

Agência Ecclesia
...
Diocese de Aveiro
Diocese de Aveiro

Celebração contou com a participação do bispo de Bragança-Miranda, onde a princesa portuguesa também é alvo de devoção

Aveiro, 12 mai 2016 (Ecclesia) – A Diocese de Aveiro celebrou hoje a solenidade de Santa Joana Princesa, padroeira da cidade e da comunidade católica local, que foi convidada a olhar para o desafio à santidade como uma “peregrinação”.

A celebração foi presidida pelo bispo de Aveiro e a homilia foi feita por D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda, que destacou Santa Joana como expoente da “vocação à santidade de todos os cristãos e de todas as épocas”.

Na sua intervenção, D. José Cordeiro salientou que “a santidade é um caminho e não um estado” e que buscá-la em cada dia “é o testemunho maior” que qualquer cristão pode dar.

Joana, princesa e herdeira do trono de Portugal, filha mais velha do rei D. Afonso V, nasceu em Lisboa a 6 de fevereiro de 1452.

A irmã de D. João II viveu em Aveiro de 4 de agosto de 1472 até 12 de maio de 1490, data do seu falecimento.

Há sensivelmente um ano a Diocese de Aveiro promoveu a reabertura do processo de canonização da beata, que o povo de Aveiro trata por ‘santa’ e que Paulo VI constituiu sua padroeira, a 5 de janeiro de 1965.

D. José Cordeiro recordou o que dela diz a Igreja Católica, destacando alguém que apesar de ter linhagem real “preferiu servir na Ordem dos Pregadores, tornando-se refúgio dos pobres, dos órfãos e das viúvas e que, depois de uma vida de extraordinária piedade, morreu no mosteiro dominicano de Aveiro”.

Na solenidade de Santa Joana, esteve presente uma delegação da Paróquia de Salselas, Unidade Pastoral de Santo Ambrósio, da Diocese de Bragança-Miranda.

As duas dioceses estão “unidas” pela figura de Santa Joana Princesa, recordou D. José Cordeiro.

Em Salselas, há mesmo uma capela de Santa Joana e em Marzagão, na Unidade Pastoral de Ansiães, o teto da igreja Matriz ostenta uma representação da princesa portuguesa e figura da “catolicidade” nacional.

JCP



Diocese de Aveiro