Nacional

Centenário: Papa ofereceu Rosa de Ouro ao Santuário de Fátima

Agência Ecclesia
...
Foto: Lusa
Foto: Lusa

Entrega da distinção aconteceu após oração na Capelinha das Aparições

Cidade do Vaticano, 12 mai 2017 (Ecclesia) – O Papa Francisco ofereceu uma Rosa de Ouro ao Santuário de Fátima, uma das distinções mais importantes concedidas a santuários e instituições católicas.

O Papa tocou na base da imagem e benzeu-se, num gesto de devoção, retomando a oração, em silêncio, na Capelinha das Aparições.

A Rosa de Ouro é uma oferta dada exclusivamente pelos Papas numa visita de cariz mariano.

O objeto é feito de prata e composta por uma base de mármore rosa onde repousa um vaso, feito de prata, com o brasão do Papa inscrito, segurando três hastes de rosas e folhas.

O objeto tem cerca de 52 centímetros de altura e pesa aproximadamente 1200 gramas.

A peça foi concebida por Claudio e Piero Savi.

O Papa tinha-se referido a esta distinção na videomensagem aos portugueses, divulgada esta quarta-feira: “Preciso de vos ter comigo, preciso da vossa união, física e espiritual. O importante é que seja de coração, para o meu bouquet de flores, a minha rosa de ouro”.

A última vez que Francisco tinha cumprido este gesto, uma oferta tradicional dos Papas a santuário marianos, foi em julho de 2016, em Czestochowa, Polónia; antes tinha-o feito em Guadalupe (México) e no Santuário de Nossa Senhora da Caridade do Cobre (Cuba).

O Santuário de Fátima já recebeu duas Rosas de Ouro, distinção criado em 1049 por Leão IX e que os Papas atribuem em reconhecimento de serviços prestados à Igreja ou à sociedade por personalidades e instituições católicas.

A primeira Rosa de Ouro do Santuário de Fátima foi concedida pelo Papa Paulo VI, em 21 de novembro de 1964, no fim da terceira sessão do Concílio Vaticano II, e entregue a 13 de maio de 1965 pelo cardeal Fernando Cento, legado do Papa.

Bento XVI foi o primeiro pontífice a entregar pessoalmente a Rosa de Ouro, durante a oração que recitou na Capelinha das Aparições, a 12 de maio de 2010,

O agora Papa emérito apresentou o gesto como “homenagem de gratidão” a Nossa Senhora de Fátima.

O Santuário de Nossa Senhora do Sameiro, em Braga, também recebeu, em 8 de dezembro de 2004, uma Rosa de Ouro, atribuída pelo Papa João Paulo II, por ocasião do centenário da coroação da imagem de Nossa Senhora.

São João Paulo II, que visitou o Santuário de Fátima em três ocasiões (1982, 1991, 2000) ofereceu a bala que o atingiu no atentado de 13 de maio de 1981, na Praça de São Pedro, ferindo-o com gravidade.

A oferta aconteceu a a 25 de março de 1984, durante a cerimónia de consagração ao Imaculado Coração de Maria, com a presença no Vaticano da imagem venerada na Capelinha das Aparições; a bala seria posteriormente colocada na coroa dessa mesma imagem.

Em Portugal, o Papa Francisco vai ainda oferecer uma imagem em mármore de São Francisco de Assis à Base Aérea de Monte Real, um mosaico evocativo do centenário das aparições ao presidente da República Portuguesa, um quadro da Última Ceia, em madrepérola, à Casa de Nossa Senhora do Carmo, um cálice e uma casula ao bispo de Leiria-Fátima e um cálice para a Nunciatura Apostólica.

OC



Fátima Fátima - Papa Francisco em Fátima