Nacional

Coimbra: Bispo distinguido como «irmão honorário» da Confraria da Rainha Santa Isabel

Agência Ecclesia
...
DR - Imagem da Rainha Santa Isabel
DR - Imagem da Rainha Santa Isabel

Coimbra, 04 nov 2017 (Ecclesia) – O bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, foi distinguido com o título de "irmão honorário" da Confraria da Rainha Santa Isabel.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, aquele organismo realça que a iniciativa tem como objetivo expressar “profunda gratidão” pela “forma resoluta” como D. Virgílio Antunes tem apoiado este projeto.

E recorda especialmente a “dedicação e empenho” que o bispo de Coimbra colocou no apoio à “preparação e organização do V Centenário da Beatificação de Santa Isabel, Rainha de Portugal”, que teve lugar em 2016.

Nessa altura, D. Virgílio Antunes destacou esse acontecimento como “uma data memorável” para a cidade do Mondego e para toda a nação portuguesa.

E classificou a rainha Santa Isabel (1271-1336) como uma das “mais insignes figuras de mulher, de cristã e de santa”.

Um dos episódios mais importantes da tradição religiosa que rodeia a esposa de D. Dinis é o chamado “milagre das rosas”, ou a lenda da transformação do pão em rosas, que está ligada ao cuidado que Santa Isabel tinha pelos mais pobres.

Em alusão a esse caso, D. Virgílio Antunes fez votos, na altura do V Centenário, que o perfume das rosas de Santa Isabel “continue a ser o bálsamo para as dores de todos os que sofrem”.

E “que o seu pão continue a ser o alimento delicioso para os famintos no corpo ou no espírito”, ao mesmo tempo “que a sua mão benfazeja e construtora de paz continue a unir a todos na comunhão de Deus e dos homens”.

A Confraria da Rainha Santa Isabel foi constituída há 457 para promover e fomentar o culto a esta padroeira de Portugal, que é também patrona das cidades de Coimbra e de Leiria e de várias instituições espalhadas pelo país.

JCP



Diocese de Coimbra