Nacional

Fátima 2017: Santuário e autoridades civis ultimam preparativos para visita do Papa

Agência Ecclesia
...
Fatima.pt
Fatima.pt

Responsáveis antecipam grande participação de peregrinos nas celebrações de 12 e 13 de maio

Fátima, 09 mar 2017 (Ecclesia) - O reitor do Santuário de Fátima interveio hoje no V Workshop Internacional de Turismo Religioso, a decorrer no Centro Pastoral Paulo VI, antecipando uma grande participação de peregrinos na visita do Papa, em maio.

"Se esperamos por muitas e grandes peregrinações jubilares, em 2017, a maior será sem dúvida a de 12 e 13 de maio, com a presença do Papa Francisco”, disse o padre Carlos Cabecinhas.

O responsável recordou que “receber visita do Papa não é uma novidade para a cidade de Fátima”, que se tornou o “mais significativo destino religioso português”.

“A nossa expectativa é que sejam muitos aqueles que acorrerão a Fátima para ver, saudar e ouvir o Papa e para rezar com ele. E não temos dúvidas de que muitos dos peregrinos que acorrerão a Fátima, nestes dias, virão do estrangeiro”, reforçou.

Francisco será o quarto Papa a visitar Fátima, depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991 e 2000), e Bento XVI (2010).

O reitor do Santuário de Fátima adiantou que a agenda oficial da viagem vai ser divulgada “dois meses” antes da mesma, prevendo-se que se mantenha “o programa das grandes peregrinações ao Santuário".

Francisco virá “em peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima”, isto é, “virá como peregrino, para rezar com os peregrinos presentes em Fátima e com os que o acompanharão através dos meios de comunicação social”, assinalou o padre Carlos Cabecinhas, coordenador-geral da visita do Papa a Fátima, citado pelo site oficial do Santuário.

Para os peregrinos que não possam aceder ao recinto haverá ecrãs gigantes no espaço envolvente à Basílica da Santíssima Trindade.

O capitão Carlos Canatário, comandante do Destacamento Territorial de Tomar - GNR por sua vez que se prevê a presença de pelo menos 500 mil pessoas, tendo como preocupações fundamentais a “segurança” da multidão e o apoio aos cidadãos.

No início de abril vão ser comunicadas as medidas a implementar no terreno, sabendo-se que a operação se vai iniciar “muito antes” de 12 e 13 de maio.

O responsável sublinhou a importância da utilização de “vias alternativas” nos acessos à freguesia de Fátima e ao Santuário e adiantou que vão existir “bolsas de estacionamento” fora da Cova da Iria, precavendo a sobrelotação dos parques mais próximos.

A partir do dia 11 de maio haverá controlo de entrada de carros na Cova da Iria.

O comandante Mário Silvestre, da Proteção Civil, assinalou que o plano de operações já está delineado, começando a 5 de maio, com mais de 560 operacionais.

JCP/OC



Fátima