Nacional

Fátima: Peregrinação Diocesana do Porto levou mais de 30 mil pessoas ao Santuário

Agência Ecclesia
...
fatima.pt
fatima.pt

Bispo do Porto propõe Igreja como «casa de família»

Fátima, 09 set 2017 (Ecclesia) – A Diocese do Porto levou hoje mais de 30 mil pessoas em peregrinação à Cova da Iria, assinalando o Centenário das Aparições, numa celebração presidida por D. António Francisco dos Santos.

“Aqui pedimos a Nossa Senhora que nos ilumine na prossecução do nosso plano pastoral que hoje começa para sermos capazes de construir uma igreja bela, como uma casa de família, que seja mãe comovida pelas dores e sofrimentos dos seus filhos”, afirmou o bispo do Porto, na Missa que decorreu no recinto de oração do Santuário.

A celebração contou com a participação dos bispos auxiliares do Porto e do bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto.

“Queremos ver espelhado no rosto da igreja do Porto o rosto jovem e belo da igreja que brilha quando é rica em amor” prosseguiu D. António Francisco dos Santos, citado pela sala de imprensa do Santuário de Fátima.

O bispo do Porto pediu atenção particular aos mais frágeis, dando como exemplo os presos, os doentes ou os sem-abrigo.

“Não podemos viver distantes dos dramas humanos nem ficar insensíveis aos seus clamores e indiferentes aos seus sofrimentos”, declarou, convidando os diocesanos a “entrarem na vida concreta dos que sofrem”.

D. António Francisco dos Santos pediu uma disponibilidade missionária de toda a Igreja Católica no Porto, com “novos horizontes de missão iluminados por novos desafios”.

Perante diocesanos das 477 paróquias que formam a Diocese do Porto, o prelado rezou pela proteção de Nossa Senhora para o novo ano pastoral e afirmou a comunhão com o Papa Francisco, a partir de Fátima, na oração pela Paz na Colômbia, para que se consiga levar “a paz, a concórdia e a esperança a este povo martirizado”.

No final da celebração, também o bispo de Leiria-Fátima, deixou uma palavra aos diocesanos do Porto que serviu durante 25 anos, quer no Seminário Maior do Porto quer como sacerdote em várias comunidades.

"Salve querida diocese do Porto, bem-vinda a Fátima e que Nossa Senhora de Fátima te abençoe, ilumine e acompanhe sempre com o seu auxílio materno", referiu.

A peregrinação do Porto realiza-se no dia da dedicação da catedral da diocese e num contexto de início de ano pastoral.

Além da Missa no recinto de Oração, no programa destaca-se a consagração a Nossa Senhora e a participação no terço, na Capelinha das Aparições.

A primeira peregrinação diocesana do Porto a Fátima realizou-se em 1968.

OC