Nacional

Guarda: Assembleia diocesana centra-se na «evangelização»

Agência Ecclesia
...

Segunda sessão vai decorrer este sábado no seminário diocesano

Guarda, 19 mai 2017 (Ecclesia) – O bispo da Guarda vai presidir à segunda sessão da assembleia diocesana que tem como tema central ‘Evangelizar para ser… pessoa e comunidade’, a partir das 10h00 deste sábado, dia 20 de maio, no seminário diocesano.

A Diocese da Guarda informa que as proposições para a segunda sessão da assembleia diocesana incidem sobre dez pontos, como a primazia da Palavra de Deus, as etapas da formação cristã e as modalidades, bem como a “homilia e sua preparação”.

Os “mais de duzentos participantes”, leigos, sacerdotes e religiosos, representação de todas as paróquias e organismos vão ainda debater tópicos como “a Catequese e sua renovação”, a evangelização dos jovens e da família, “os casais novos” e a “evangelização e a comunicação social” e “o compromisso com os pobres”.

Por exemplo, na proposta sobre as modalidades da formação cristã é sugerida “a valorização dos movimentos laicais, a criação de grupos de estudo e de busca de aplicação dos documentos do Magistério da Igreja”.

“A promoção de momentos de reflexão, de novas formas de evangelização, e de situações de diálogo de natureza religiosa, política, económica, social e cultural, incluindo o diálogo inter-religioso”, são outras sugestões, lê-se no sítio online da diocese.

Quanto à evangelização dos jovens, as propostas insistem para encontros, voluntariado juvenil e valorização dos movimentos de formação da juventude e, por exemplo, em relação aos meios de comunicação social pede-se uma “utilização ao serviço da evangelização”.

“É ainda sugerida a reformulação do Serviço diocesano de comunicação e a criação de um «serviço online para a visualização da Eucaristia» para quem não o possa fazer presencialmente”, informa a Diocese da Guarda.

A terceira e última sessão da Assembleia Diocesana da Guarda está marcada para 17 de junho, e a primeira sobre o tema ‘Que Igreja somos?’, destinada a determinar a ação futura da Igreja local, realizou-se a 29 de abril.

Depois das três assembleias diocesanas, o bispo da Guarda, D. Manuel Felício, que está há 12 anos na região, vai começar a preparar uma nova carta pastoral com “orientações para os próximos anos na vida da diocese”.

CB



Diocese da Guarda