Nacional

Igreja/Desporto: Padres querem revalidar titulo de campeões europeus de futsal

Agência Ecclesia
...

Último treino da seleção portuguesa bicampeã é este domingo em Alfena, Diocese do Porto

Braga, 20 fev 2017 (Ecclesia) – A seleção nacional de futsal de padres parte hoje, para a Croácia, onde esta terça-feira começa a sua participação no Europeu, em busca do tricampeonato.

“Querer, vontade, forma aguerrida com que nos debatemos, ajuda, companheirismo, que nos tem valido nos últimos torneios. É com este espírito de entreajuda que iremos participar”, disse o capitão da seleção nacional de futsal de padres, à Agência ECCLESIA.

O padre Marco Gil explica que os portugueses são um “alvo a abater” porque ganharam as duas últimas edições mas têm-se estado a preparar para as “adversidades” que vão encontrar e que “só” os podem fazer “mais fortes”.

“Estamos ali para revalidar o título e para trazer o tri para casa”, afirma ,sobre a Champions Clerum.

A 11.ª edição do Campeonato da Europa de Futsal de Padres decorre na Croácia, entre 21 e 23 de fevereiro, e antes de viajarem, os sacerdotes realizaram este domingo o último treino na Paróquia de Alfena, Diocese do Porto.

O padre Marco Gil sublinha que os 12 padres portugueses vão “tentar defender” o título de bicampeão europeu onde contam “sempre” com a oposição da Polónia, da anfitriã Croácia e também da Bósnia-Herzegovina, a Eslováquia e a Hungria.

No leque dos favoritos podem aparecer surpresas, como alguma seleção que participe “pela primeira vez”, e os jogadores vão preparados para analisar se têm mesmo “potencial”.

Neste contexto, o capitão da seleção portuguesa explica que, para além das equipas que já conhecem, estudam os adversários quando começam os jogos e depois, com o avançar do campeonato, os observadores entram em ação.

“Sabemos aquilo que queremos, aquilo que valemos. Naturalmente há humildade de procurarmos dar sempre o nosso melhor para que quando terminar o jogo possamos sorrir”, acrescenta.

Os treinos para a 11.ª edição do Campeonato da Europa de Futsal de Padres começaram em setembro e dos 23 jogadores vão viajar 12 sacerdotes de quatro dioceses - Braga, Porto, Viana do Castelo e Vila Real - para defender as cores portuguesas.

O selecionador nacional é o padre Manuel Fernando, da Paróquia de Alfena na Diocese do Porto, e o treinador é José Vasconcelos, da equipa de futsal de Gualtar, em Braga, que por motivos profissionais não consegue acompanhar a equipa.

Segundo o padre Marco Gil “há sempre alguma dificuldade” entre conciliar a vida pastoral com os treinos porque encontram-se “sempre ao domingo ao fim da tarde”, quando já sentem “algum desgaste”, mas se têm paroquianos que conseguem dar-se “um pouco à paróquia” também é certo que se deixem “enquadrar nessa mesma dinâmica”.

“Temos a nossa vida pastoral mas com sentido de responsabilidade temos tempo para treinar”, observa o pároco de Arcozelo, em Barcelos, explicando que durante o campeonato da Europa a vida nas paroquias continua e é como quando vão de férias, ou seja, são ajudados por padres das igrejas vizinhas e as eucaristias não vão ser desmarcadas.

O padre Marco Gil refere ainda que o desporto também abre “algumas portas” e faz com que as pessoas “sintam a proximidade do pároco”, sintam-no “como alguém normal” e o gosto que têm “possa ser momento de fraternidade”.

O programa da 11.ª Champions Clerum começa sempre com a celebração da Missa, que vai juntar padres de rito latino e do rito oriental, visitas culturais e depois os jogos.

CB/OC



Igreja/Desporto