Nacional

Incêndios: Jesuítas levam jovens até junto da população em Castanheira de Pêra

Agência Ecclesia
...
Zona afetada pelo incêndio que deflagrou a 17 de junho (imagem de arquivo). Foto: Lusa
Zona afetada pelo incêndio que deflagrou a 17 de junho (imagem de arquivo). Foto: Lusa

Projeto de voluntariado começa hoje e vai decorrer ao longo de duas semanas

Lisboa, 24 jul 2017 (Ecclesia) – A Companhia de Jesus (Jesuítas) em Portugal dinamiza a partir de hoje a primeira semana do projeto ‘Missão Aqui e Agora’, onde 50 jovens vão apoiar a população em Castanheira de Pêra e ajudar os ‘Médicos do Mundo’.

“As tarefas passarão um bocadinho pelo que for preciso. As questões mais logísticas, a distribuição de material, organização de bens doados, como também o contacto com a população”, explica Pedro Mendonça, da organização da Missão ‘Aqui e Agora’.

Em declarações à Agência ECCLESIA, o responsável afirma que é no contacto com a população que “sobretudo” a juventude católica “pode dar um grande contributo” por ter uma “sensibilidade para as pessoas, para estar com as pessoas”.

“Como dizia um ex-jesuíta, para curar as pessoas pela presença, pelo contacto humano”; recorda.

Os cerca de 50 jovens, com idades entre os 20 e os 30 anos, vão colaborar diretamente com os ‘Médicos no Mundo’, organização responsável pelas operações humanitárias em Castanheira de Pêra.

A primeira semana do projeto começa hoje até 30 de julho e a segunda semana de voluntariado entre 31 de julho a 6 de agosto, contando com 25 jovens por semana que vão ficar instalados numa antiga escola primária.

A organização considerou que fazia mais sentido serem duas semanas no terreno, para dar uma “ajuda mais sólida, mais substancial”, tanto à população local como aos Médicos do Mundo.

A ‘Missão Aqui e Agora’ vai desenvolver-se num espírito comunitário e alicerçada num plano espiritual e de oração, onde, realça Pedro Mendonça, vão “buscar alegria, esperança e força” à fonte, a Deus.

“E levar essa força, essa alegria, essa esperança a quem mais precisa neste momento que são todas aquelas pessoas afetadas pelos incêndios, que perderam as casas, perderam os familiares”, desenvolveu sobre o trabalho a realizar em Castanheira de Pêra.

Todos os anos Portugal é afetado por incêndios na época do verão e segundo o entrevistado, a mediatização e número de vítimas do fogo que deflagrou em Pedrógão Grande e afetou vários concelhos “não” passou “ao lado.

“Se nos outros fazia sentido, este ano faz ainda mais, não vamos deixar escapar, vamos em vez de ficarmos no sofá, vamos dar um bocadinho das nossas férias”, observa.

No verão há muitas missões, há muitos campos de férias e o nome do projeto ‘Aqui e Agora’ impele para o imediato “nesta zona tão fustigada e quando os voluntários começam a ser menos.”

“Há cada vez menos voluntários mas a ajuda ainda é muito precisa e ainda faz muito sentido”, observa o jovem entrevistado.

A Missão ‘Aqui e Agora’ surgiu do desejo de Pedro Mendonça em voluntariar-se para Pedrógão Grande, altura em que percebeu que “seria interessante dinamizar um projeto e chamar outros jovens a colaborar”.

“Esta dinamização de 50 jovens de uma semana para a outra, assim tão em cima da hora, só pode ser de gente muita boa e de jovens de Deus e de jovens católicos”, acrescenta.

A iniciativa vai estar hoje em destaque, pelas 22h45, na emissão do Programa ECCLESIA na Antena 1 da rádio pública.

LS/CB/OC



Jesuítas Pastoral Juvenil Incêndios