Nacional

Iraque: Crianças refugiadas estão a receber presentes de Natal

Agência Ecclesia
...
Foto: Fundação AIS
Foto: Fundação AIS

Uma iniciativa com a ajuda da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre

Lisboa, 20 dez 2017 (Ecclesia) – A Fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) informa que está a apoiar diretamente a iniciativa que está a permitir que crianças cristãs refugiadas em Erbil, no Curdistão Iraquiano, recebam uma prenda de Natal.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o secretariado português da AIS explica que cerca de 15 mil presentes estão a ser embrulhados num armazém que parece uma “fábrica do Pai Natal” com a ajuda de dezenas de voluntários.

A irmã Ni’am, da Congregação das Filhas de Maria, que está a coordenar a entrega dos cabazes de Natal explica que as crianças vão receber “um blusão, para ajudar a resistir a estes dias particularmente frios, chocolates e uma Bíblia ou outro livro espiritual, dependendo da idade da criança”.

Segundo a religiosa um dos objetivos da iniciativa, “que resulta da generosidade dos benfeitores da AIS”, é levar “a presença e o amor de Deus” a cada criança que está longe de sua casa.

Os cerca de 15 mil presentes já estão a ser distribuídos em Qaraqosh, Karamless, Bartella e Bashiqua e também em Ankawa, o bairro cristão de Erbil.

As crianças fazem parte dos cerca de 120 mil cristãos que foram forçados a fugir de suas casas pelos jihadistas, na Planície de Nínive, no verão de 2014.

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre realça que o regresso a casa está a ser uma realidade para centenas de famílias cristãs através da campanha internacional de reabilitação das aldeias na Planície de Nínive, promovida com outras instituições de solidariedade.

CB



Fundação AIS Refugiados Natal