Nacional

Media: Presidente da República homenageou títulos centenários da imprensa portuguesa

Agência Ecclesia
...
presidencia.pt
presidencia.pt

Lisboa, 25 abr 2017 (Ecclesia) – O presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, prestou hoje a vários títulos centenários da imprensa nacional, como forma de assinalar o 25 de abril.

"Homenageio a vossa coragem, a vossa determinação, a vossa persistência, mas estou seriamente preocupado com o panorama da imprensa em Portugal", declarou, no Palácio de Belém.

Das 31 publicações centenárias portuguesas homenageadas, 8 títulos pertencem à Associação de Imprensa de Inspiração Cristã (AIC).

Rebelo de Sousa condecorou a Associação Portuguesa de Imprensa com o título de membro honorário da Ordem do Mérito.

O chefe de Estado considerou que o "peso esmagador da publicidade de grandes empresas multinacionais" no que respeita à imprensa eletrónica constitui "um problema", sobretudo no que diz respeito à "sobrevivência económica e financeira da imprensa portuguesa".

A iniciativa de reconhecimento da imprensa centenária portuguesa como Património Cultural Imaterial "partiu da Associação Portuguesa de Imprensa, a instituição representativa da Imprensa de Portugal, e de imediato mereceu a adesão e apoio do Presidente da República”, lê-se num comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A data para esse reconhecimento foi escolhida pelo “seu simbolismo, uma vez que a Revolução dos Cravos, em 1974, permitiu devolver aos portugueses os direitos, garantias e liberdades fundamentais”, entre elas a liberdade de imprensa, acentua a nota.

O início da publicação destes jornais centenários portugueses vai desde 1835 (Açoriano Oriental, de Ponta Delgada, já a caminho dos dois séculos) até 1917 (O Despertar, de Coimbra).

LFS/OC