Nacional

Portugal: Obra Católica das Migrações associa-se a iniciativa do Vaticano contra tráfico de pessoas

Agência Ecclesia
...

Lisboa, 06 fev 2015 (Ecclesia) – A Obra Católica Portuguesa de Migrações (OCPM) convida as comunidades, paroquias, missões e cristãos a associarem-se este domingo à primeira jornada internacional de oração e reflexão sobre o tráfico de pessoas, uma iniciativa do Vaticano.

“Procuremos responder à questão como trato eu o meu próximo, a minha família, os meus colaboradores? E o que o resultado desta reflexão nos conduza à promoção de boas práticas”, sugere a diretora da OCPM num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

No campo da oração, Eugénia Quaresma pede que “os traficantes e todos” que não conseguem nem ver, nem tratar o seu semelhante como um irmão “também estejam nas intenções” sem se esquecer as organizações que “estão no terreno a resgatar as vítimas”.

A iniciativa do Vaticano realiza-se com o lema «Acende uma luz contra o tráfico» e a Obra Católica Portuguesa das Migrações sugere cinco propostas como gesto concreto.

“Acender uma vela; acrescentar esta intenção na oração dos fiéis; deste dia; ler a declaração de princípios dos líderes religiosos e assinar uma petição contra a escravatura; divulgar a iniciativa e organizar uma tarde ou noite de reflexão a partir da mensagem ‘Não mais escravos mas irmãos’, do Papa para o Dia Mundial da Paz”.

A OCPM contextualiza que este domingo se celebra a festa litúrgica de Santa Josefina Bahkita, uma “antiga escrava sudanesa que abraçou a vida consagrada depois de ser libertada” e foi canonizada pelo Papa Beato João Paulo II em 2000.

O desejo da Obra Católica Portuguesa das Migrações é que esta iniciativa de reflexão e oração “envolva o maior número de pessoas por todo o mundo” e pede que o “resultado desta mobilização” seja partilhado.

CB/OC