Nacional

Portugal: Papa vai receber União das Misericórdias para falar sobre refugiados

Agência Ecclesia
...

Encontro agendado para 13 de abril no Vaticano

Lisboa, 19 fev 2016 (Ecclesia) – A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) vai ser recebida em audiência pelo Papa Francisco para falar sobre emigrantes e refugiados.

“Recebemos uma carta, vinda de Roma, em que o cardeal Antonio Maria Vegliò [presidente do Conselho Pontifício para a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes] nos receberia em nome do Papa no dia 12 (abril) e depois, no dia 13, teríamos uma audiência com o Papa”, disse Manuel Lemos, presidente da UMP.

À Rádio Renascença, o também líder da Confederação Internacional das Misericórdias, começou por explicar que, na missiva enviada ao Papa, manifestaram “disponibilidade” para acolher emigrantes e refugiados.

“E que as misericórdias portuguesas estavam a colaborar neste processo, que é uma área em que temos alguma experiência”, acrescentou.

Para além de Manuel Lemos, a delegação portuguesa conta ainda com o presidente da assembleia-geral, Silva Peneda, o atual adjunto do presidente da Comissão Europeia.

Neste contexto, a União das Misericórdias vai ter duas audiências com Francisco em 2016, estando a segunda inserida no Ano Santo da Misericórdia, no Jubileu dos Operadores e Voluntários da Misericórdia, que coincide com a memória da Beata Teresa de Calcutá, entre os dias 2 e 4 setembro.

“No dia 4, assistiremos à Missa e também à canonização da Madre Teresa de Calcutá, que o Papa Francisco resolveu incluir como momento mais alto, deste jubileu das misericórdias”, observou ainda o presidente da UMP.

RR/CB