Nacional

Refugiados: Plataforma portuguesa de apoio vai entregar primeiras ajudas monetárias

Agência Ecclesia
...
The UN Refugee Agency
The UN Refugee Agency

Destinadas a ajudar pessoas em risco nos seus países de origem, no âmbito do programa «Linha da Frente»

Lisboa, 11 jan 2016 (Ecclesia) – A Plataforma portuguesa de Apoio aos Refugiados vai entregar hoje em Lisboa os primeiros donativos resultantes do programa “Linha da Frente”, dedicado aos países de origem dos refugiados.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o organismo adianta que parte da ajuda monetária vai ser entregue ao presidente da Cáritas do Líbano, padre Paul Karam, que estará presente na sessão.

A restante verba será posta à disposição do Serviço Jesuíta aos Refugiados – Portugal, outra das instituições envolvidas no processo, que é atualmente coordenada por André Costa Jorge.

Durante o evento, marcado para as 11h30 no espaço Atmosfera M, junto à Avenida da Liberdade, no centro de Lisboa, vai ser também explicado o projeto “Linha da Frente” e a forma como os donativos serão utilizados.

O programa tem como principal objetivo garantir a segurança e a dignidade de pessoas em risco, de deslocados internos ou refugiados, no Médio Oriente e especialmente no Líbano.

No âmbito da campanha solidária “Linha da Frente”, foi também criada uma conta bancária específica para o efeito, com o número 0036.0000.99105913826.45.

Os donativos também podem ser efetuados através do Multibanco, na opção “Ser Solidário”.

A Plataforma de Apoio aos Refugiados é um organismo constituído por mais de uma centena de instituições da sociedade civil portuguesa, também da Igreja Católica, e que está orientado para duas áreas de atuação.

Uma focada no acolhimento e integração de crianças refugiadas e das suas famílias em Portugal, e outra no apoio aos refugiados no seu país de origem.

No âmbito da crise de refugiados na Europa, está previsto que Portugal possa acolher nos próximos meses perto de cinco mil refugiados, de acordo com o plano que foi traçado pela União Europeia.

JCP



Refugiados