Nacional

Setúbal: Olhar para os pobres na conclusão da semana dos seminários

Agência Ecclesia
...
Foto Agência ECCLESIA/PR, D. José Ornelas
Foto Agência ECCLESIA/PR, D. José Ornelas

Os seminaristas devem ter um «coração sensível ao sofrimento das multidões»

Setúbal, 17 nov 2017 (Ecclesia) – O bispo de Setúbal, D. José Ornelas de Carvalho, sublinha na mensagem para a Semana dos Seminários que de modo “muito significativo” se celebra, neste domingo (19 de novembro), o primeiro Dia Mundial dos Pobres.

Com o título «Com o Seminário entre os pobres», D. José Ornelas de Carvalho realça que se olha “com especial carinho” os seminaristas e os padres que constituem a comunidade do Seminário de São Paulo, em Almada (Diocese de Setúbal).

Todavia, o bispo de Setúbal escreve que os seminaristas devem “ter o coração sensível ao sofrimento das multidões e, se for esse o desígnio do Pai, dediquem a sua vida, com liberdade, alegria e generosidade, ao serviço da Igreja, no ministério sacerdotal”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Num mundo onde “grande parte da humanidade não tem os meios necessários para a vida” e, em cada dia, “morrem de fome tantas crianças”, D. José Ornelas pede aos cristãos para não ficarem indiferentes “ao clamor angustiado da multidão dos pobres”.

“Unir a vocação ao ministério eclesial com a solicitude para com os pobres é fundamental para a fidelidade ao Evangelho e para a vida da Igreja”, revela na nota.

LFS



Diocese de Setúbal