Vaticano

Dia Mundial da Paz 2018: Papa apoia «pactos globais» para migrações seguras e refugiados

Agência Ecclesia
...

Santa Sé associa-se a iniciativa das Nações Unidas

Cidade do Vaticano, 24 nov 2017 (Ecclesia) - O Papa manifestou o seu apoio aos “pactos globais” para migrações seguras e os refugiados que a ONU quer aprovar em 2018, tema que está no centro da mensagem para o próximo Dia Mundial da Paz, divulgada hoje.

“Enquanto acordos partilhados a nível global, estes pactos representarão um quadro de referência para propostas políticas e medidas práticas”, escreve Francisco, no texto intitulado ‘Migrantes e refugiados: homens e mulheres em busca de paz’.

No decorrer de 2018, as Nações Unidas vão definir e aprovar pactos para “migrações seguras, ordenadas e regulares” e para os refugiados.

O Papa recorda o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela secção ‘Migrantes e Refugiados’ do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral (Santa Sé), em particular a sugestão de “20 pontos de ação” para as políticas públicas (ver anexo), e outras iniciativas que manifestam o interesse da Igreja Católica pelo processo que levará à adoção dos referidos pactos globais.

“Tal interesse confirma uma vez mais a solicitude pastoral que nasceu com a Igreja e tem continuado em muitas das suas obras até aos nossos dias”, precisa.

A mensagem para o 51.º Dia Mundial da Paz considera “importante” que estes tratados internacionais “sejam inspirados por sentimentos de compaixão, clarividência e coragem, de modo a aproveitar todas as ocasiões para fazer avançar a construção da paz”.

“Só assim o necessário realismo da política internacional não se tornará uma capitulação ao cinismo e à globalização da indiferença”, sustenta Francisco.

O Papa elogia a importância do diálogo e da coordenação, a nível das decisões internacionais, em particular no campo das migrações forçadas.

“É possível também que países menos ricos possam acolher um número maior de refugiados ou acolhê-los melhor, se a cooperação internacional lhes disponibilizar os fundos necessários”, sustenta.

O Dia Mundial da Paz foi instituído pelo Papa Paulo VI (1897-1978) e é celebrado no primeiro dia do novo ano.

OC



Migrações Refugiados Dia Mundial da Paz Papa Francisco