Vaticano

Vaticano: Bento XVI é o quinto Papa mais velho dos últimos 700 anos

Agência Ecclesia
...
Lusa /
Lusa /

Renúncia ao pontificado evocou «idade avançada» como causa da decisão

Cidade do Vaticano, 28 fev 2013 (Ecclesia) – Bento XVI, que hoje termina o pontificado após ter renunciado por causa da sua “idade avançada”, é aos 85 anos e 10 meses de vida o quinto Papa mais velho dos últimos 700 anos.

Segundo as estatísticas apresentadas pelo blogue especializado "Popes-and-papacy.com", o atual Papa foi o quinto mais velho a ser eleito desde 1400: tinha 78 anos aquando do final do conclave, a 19 de abril de 2005.

O Papa mais velho da história foi Leão XIII, que faleceu com 93 anos no dia 20 de julho de 1903; o segundo nesta lista é Inocêncio XII, que faleceu em 1740, aos 87 anos de idade.

Joseph Ratzinger nasceu em Marktl am Inn (Alemanha), no dia 16 de abril de 1927, e será a partir das 20h01 (menos uma em Lisboa) de hoje o primeiro Papa emérito da Igreja Católica em pelo menos seis séculos.

O Código de Direito Canónico, prevê a possibilidade jurídica de renúncia por parte do Papa e esta renúncia não precisa de ser aceite por ninguém para ter validade, como indica o Cânone 332.

O que se exige é que o Papa renuncie livremente e que manifeste a sua decisão de modo claro e público, como aconteceu no último dia 11, no Vaticano.

"Bem consciente da gravidade deste ato, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério de bispo de Roma, sucessor de São Pedro, que me foi confiado pela mão dos cardeais em 19 de abril de 2005, pelo que, a partir de 28 de fevereiro de 2013, às 20h00, a sede de Roma, a sede de São Pedro, ficará vacante e deverá ser convocado, por aqueles a quem tal compete, o Conclave para a eleição do novo Sumo Pontífice", declarou Bento XVI.

O último caso de renúncia ao pontificado tinha sido o do Papa Gregório XII, em 1415.

OC



Bento XVI Bento XVI - Resignação