Vaticano

Vaticano: Papa apresenta São José como exemplo de «paternidade» para este tempo

Agência Ecclesia
...
RV/OR
RV/OR

Francisco recordou hoje a figura que aceitou ser «guardião do sonho de Deus», Jesus Cristo

Cidade do Vaticano, 20 mar 2017 (Ecclesia) - O Papa Francisco celebrou hoje no Vaticano a solenidade de São José e destacou um homem a quem foi confiado o Filho de Deus e uma figura que tem muito a dizer às pessoas neste tempo de “orfandade”.

Durante a sua homilia na Casa de Santa Marta, publicada pela Rádio Vaticano, o Papa recordou que São José aceitou ser o “guardião do sonho de Deus”, Jesus Cristo, uma “promessa” que cumpriu com mãos “firmes, seguras”.

Para Francisco, num tempo em que muitas coisas parecem efémeras, a começar pelos laços familiares, o exemplo deste homem tem muito a dizer às “fraquezas” que rodeiam a sociedade.

Um simples carpinteiro mas “capaz de fazer nascer muitas coisas bonitas”, porque se assumiu como sinónimo de “paternidade”, de “estabilidade”.

“É o homem que não fala, mas obedece, o homem da ternura”, que também “é capaz de sonhar”, frisou o Papa, para quem a figura José mostra também que é bom arriscar e seguir pela estrada que Deus propõe à humanidade, que é bom sonhar as “coisas que Deus sonha para nós”.

“Que São José dê aos jovens, porque ele era jovem, a capacidade de sonhar, de arriscar e assumir as tarefas difíceis que viram nos sonhos. E que dê a todos nós a fidelidade que geralmente cresce num comportamento justo, e ele era justo, que cresce no silêncio, nas poucas palavras, na ternura que é capaz de proteger as próprias fraquezas e as dos outros”, concluiu Francisco.

A solenidade de São José celebra-se tradicionalmente a 19 de março, Dia do Pai, mas este ano foi deslocada para 20 de março, por coincidir com um domingo de Quaresma.

JCP