Vaticano

Vaticano: Papa visita «igreja do milagre» da Imaculada, em Roma

Agência Ecclesia
...

Cidade do Vaticano, 08 dez 2017 (Ecclesia) – O Papa vai assinalar hoje a Solenidade da Imaculada Conceição com vários momentos de oração, incluindo uma visita à igreja de “Sant’Andrea delle Fratte”, em Roma, para rezar diante de Nossa Senhora do Milagre.

A novidade do programa pontifício acontece no local da aparição mariana a Alfonso Ratisbonne, ateu convertido ao catolicismo após este acontecimento, que decorreu em 1842.

A agenda do Papa, divulgada pela Rádio Vaticano, começa ao meio-dia de Roma (menos uma hora em Lisboa) com a oração do ângelus, perante os fiéis reunidos na Praça de São Pedro.

Depois à tarde, pelas 16h00 locais, o Papa vai até ao centro de Roma para uma homenagem à Imaculada Conceição, diante do monumento construído em honra de Nossa Senhora, na Praça Mignanelli.

Seguindo a tradição iniciada pelos seus predecessores, Francisco vai leva flores até junto da imagem da Imaculada foi colocada na Praça de Espanha em 1857, três anos depois da definição dogmática de Conceição Imaculada de Maria, sob o pontificado do Papa Pio IX - por cuja vontade se ergueu o monumento -, que o abençoou a 8 de dezembro.

Francisco vai ser acolhido na ocasião pelo arcebispo Angelo De Donatis, vigário-geral para a Diocese de Roma, e depois caminhará até ao monumento para “rezar e depositar flores”.

Depois desta cerimónia, o Papa segue para a Basílica de “Sant’Andrea delle Fratte”, para rezar em privado diante da imagem de Nossa Senhora do Milagre.

Ao longo deste dia várias organizações irão também prestar homenagem à Imaculada Conceição, a começar pelos “bombeiros” e diversas “fraternidades e associações, religiosas e leigas, com procissões provenientes de diversas partes, momentos de oração e caminhadas acompanhadas por bandas de música”.

O serviço informativo da Santa Sé destaca grupos como “os Cavaleiros e Damas dos Cavaleiros do Santo Sepulcro, a Ordem de Malta, os Frades Menores Conventuais, a Fraternidade Sacerdotal São Pio X, os Grupos de Oração do Padre Pio, a Legião de Maria, a Cruz Vermelha”, estudantes e população em geral.

O dogma da Imaculada Conceição de Maria foi proclamado a 8 de dezembro de 1854, através da bula ‘Ineffabilis Deus’, a qual declara a santidade da Virgem Santa Maria desde o primeiro momento da sua existência, sendo preservada do pecado original.

JCP/OC