Vaticano

Vaticano: «Unamos as nossas forças para lutar em conjunto contra a pobreza» - Papa Francisco

Agência Ecclesia
...
Foto: Lusa - Praça de São Pedro, Vaticano
Foto: Lusa - Praça de São Pedro, Vaticano

Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza lembrado este domingo

Cidade do Vaticano, 16 out 2016 (Ecclesia) – O Papa Francisco referiu-se hoje no Vaticano à Jornada Mundial pela Irradicação da pobreza, que se assinala esta segunda-feira, e afirmou que é necessário “lutar em conjunto contra a pobreza” e implementar políticas que promovam o trabalho.

“Unamos as nossas forças, morais e económicas, para lutar em conjunto contra a pobreza que degrada, ofende e mata tantos irmãos e tantas irmãs”, disse o Papa antes da oração mariana do Ângelus, este domingo.

Na fim da missa de canonização de sete novos santos, Francisco sublinhou também a necessidade de implementar “políticas que promovam a família e o trabalho”.

“Confiemos à Virgem Maria todas as nossa intenções, especialmente a nossa insistente e sincera oração pela paz”, concluiu o Papa.

Francisco agradeceu a presença dos que participaram na celebração de canonização de novos santos, nomeadamente as delegações oficiais da Argentina, Espanha, França, Itália e México.

O Papa presidiu hoje à canonização de Isabel da Trindade (1880-1906), da Ordem das Carmelitas Descalças; José Gabriel del Rosario Brochero (1840-1914), conhecido como o ‘Cura Brochero’, que percorreu a Argentina numa mula para levar a mensagem do Evangelho no século XIX; o jovem José Sánchez del Río, mexicano (1913-1928), martirizado aos 14 anos durante a perseguição religiosa no México; o mártir Salomão Leclercq (1745-1792), dos Irmãos das Escolas Cristãs; o fundador da União Eucarística Reparadora e da Congregação das Irmãs Missionárias Eucarísticas de Nazaré, D. Manuel González García (1877-1940), bispo de Palença (Espanha); o padre Ludovico Pavoni (1784-1849), fundador da Congregação dos Filhos de Maria Imaculada; o padre Alfonso Maria Fusco (1839-1910), fundador da Congregação das Irmãs de São João Batista.

“O exemplo e a intercessão destes luminosos testemunhos suportem o compromisso de cada um de nós no respetivos trabalhos e serviços, para o bem da Igreja e da comunidade civil”, concluiu o Papa.

PR



Papa Francisco