Em breve o Pedro Nascimento vai partir para a Etiópia. É enviado pela Associação Leigos Missionários da Consolata, uma organização não-governamental para o desenvolvimento que tem como principal objetivo o envio de leigos e voluntários para países em vias de desenvolvimento e a realização de atividades sociais e de educação.
O Pedro não escolheu a Etiópia mas escolheu partir, depois de em Portugal ter feito um percurso académico que o levou a exercer advocacia. À pergunta «porquê?», ele respondeu «porque não?»
Neste último domingo de outubro, dedicado às Missões, o programa da Igreja católica procura as razões de se partir para ajudar o outro no seu desenvolvimento humano e social.

Partilhar:
Share