A concatedral de Miranda do Douro é marca de uma longa história de presença católica na cidade mais oriental de Portugal, persistindo na sua importância mesmo quando a sede diocesana passou para Bragança, como recorda Celina Pinto, diretora do Museu da Terra de Miranda.

A responsável fala à ECCLESIA do trabalho de valorização do património com a comunidade local.

Partilhar:
Share