O Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura promoveu em Fátima, a poucos dias do início do Mundial de Futebol, a sua jornada anual de debate, que abordou as “virtudes e riscos” do desporto. O presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, D. João Lavrador, elogiou a “oportunidade” desta reflexão e destacou a importância do desporto na edificação da sociedade e da vida individual.

Ismael Teixeira praticante de triatlo de longa distância, é conhecido como “ironpriest”, o padre de ferro. O sacerdote fala do desporto como um lugar de intervenção na formação do indivíduo e, do ponto de vista católico, um lugar de pastoral.

Partilhar:
Share