A Sé de Vila Real, a antiga igreja de São Domingos, é um raro e valioso exemplo transmontano da arquitetura gótica. Impressionam ainda hoje a extrema robustez dos seus muros ou a escassa iluminação do interior são elementos conotados com o Românico que se prolongaram ao longo de toda a Baixa Idade Média no Norte do reino.

Conversamos com o padre Manuel Coutinho, pároco da Sé de Vila Real, sobre o que significa este espaço.

Partilhar:
Share