Católicos manifestaram-se contra despenalização do aborto

Lisboa, 09 jul 2018 (Ecclesia) – A Basílica de Nossa Senhora de Luján, na Argentina, acolheu milhares de católicos que se manifestaram em defesa da vida e contra a despenalização do aborto.

O presidente da Conferência Episcopal Argentina, D. Oscar Ojea, disse na homilia da “Missa pela Vida”, celebrada no domingo, que “o aborto não é um direito, mas um drama”, e pediu a todos que procurem “encontrar soluções novas e criativas” para este problema.

O Senado da Argentina vai votar a despenalização do aborto, já aprovada na câmara baixa do Parlamento.

D. Oscar Ojea, bispo de San Isidro, advertiu para o “momento muito delicado” vivido no país e disse estar “perplexo e magoado” diante da possibilidade de se aprovar na Argentina, em tempos de democracia, “uma lei que legitima a eliminação de um ser humano por outro ser humano”.

“O aborto não é um direito, mas sim um drama. Esse drama enche-nos de angústia”, acrescentou.

‘Salvemos as duas vidas’ tem sido o lema da Igreja Católica na Argentina, durante o debate em curso no país sobre o aborto.

OC

Partilhar:
Share