D. João Marcos e reitor do seminário publicaram mensagens no jornal diocesano

Beja, 09 nov 2018 (Ecclesia) – O bispo de Beja escreveu a mensagem ‘A fé vem de escutar’ para a Semana dos Seminários 2018, que começa este domingo 11 de novembro, onde destaca duas “urgências” para quem está no seminário e toda a comunidade.

Na mensagem publicada no jornal ‘Notícias de Beja’, D. João Marcos informa que no Seminário diocesano de Nossa Senhora de Fátima têm três seminaristas, que caminham “para o sacerdócio”, e um quarto está no Ano Propedêutico em Faro.

Já no Seminário Redemptoris Mater de Beja têm, neste momento, “cinco rapazes” – dois de Portugal, dois da América latina (México e Paraguai), e um de Espanha – e em janeiro de 2019 esperam mais um do Brasil.

D. João Marcos explica que para os seminaristas e para toda a comunidade existem duas “urgências”, respetivamente, que o “Senhor abra os ouvidos para não serem espiritualmente surdos” e que “tenham capacidade para falarem”.

O bispo de Beja afirma que para que “o mundo cresça moldado pela beleza de Deus” são necessários estes testemunhos, bem como nos “relacionamentos entre os cristãos”.

A Semana dos Seminários 2018 começa este domingo, 11 de novembro, com o tema ‘Formar discípulos missionários’, e foi preparado um guião com mensagens e momentos de celebração/oração pelas casas de formação que ajudam os seminaristas a discernir a sua vocação.

Na mais recente edição do jornal diocesano, o reitor padre Francisco Encarnação explica que o tempo no seminário é uma “oportunidade para crescer na resposta a este chamamento”: “Numa profunda vida espiritual, num crescimento formativo e numa vivência comunitária.”

Na Semana dos Seminários o ofertório das Missas reverte para estas instituições, este ano, nas Eucaristias da tarde do dia 17 e nas celebrações do dia seguinte.

CB

Partilhar:
Share