Rui Vasconcelos fala do seu projeto «Fundamentos»

Braga, 15 nov 2013 (Ecclesia) – Rui Vasconcelos, licenciado em Teologia, abriu em fevereiro de 2012 uma livraria de literatura cristã e religiosa, na cidade de Braga, e revela à Agência ECCLESIA que esta tem sido uma “experiência belíssima”.

O livreiro pertenceu à congregação dos Missionários Redentoristas e, por achar que não existem “muitas oportunidades para um leigo com um curso de Teologia”, resolveu arriscar neste setor, com a ‘Livraria Fundamentos’.

Rui Vasconcelos aposta em várias editoras, procurando livros que direta ou indiretamente se revejam na literatura religiosa e considera que o livro, embora não substitua “o encontro pessoal”, é uma ótima ferramenta para a aprendizagem e conhecimento.

O acolhimento, “sobretudo da parte do seminário” tem sido bom, afirma o teólogo, admitindo ainda que, por parte do público leigo, a aceitação é “mais lenta”.

Para o livreiro, a produção em Portugal, principalmente quando comparado a Espanha, por exemplo, “é insuficiente” e acredita que o motivo é a falta de “hábitos de leitura” deste tipo de literatura específica.

Rui Vasconcelos nota que o Ano da Fé “pode ter ficado aquém das expectativas”: “Não nos interrogamos nem procuramos a nossa razão de ser de Igreja no mundo e na sociedade”.

A livraria tem tido sucesso nas redes sociais e o proprietário afirma que são tantos os livros que envia por correio como aqueles que vende diretamente ao público.

PR/CP

Partilhar:
Share