Responsáveis estão apostados em levar ao país palavras de orientação e comunhão    

Aparecida, Brasil, 12 abr 2018 (Ecclesia) – Os bispos católicos do Brasil estão reunidos em assembleia geral no Santuário Nacional de Aparecida, e no centro do encontro vai estar também a atual realidade social e política do país.

Isso mesmo foi admitido pelo cardeal Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo e membro da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em entrevista ao portal Vatican News.

De acordo com aquele responsável, “os bispos reunidos em Aparecida vão querer dar “uma palavra de pastores sobre a situação do povo brasileiro”, também sobre a questão das eleições em outubro deste ano”.

Uma mensagem “de orientação, de luz a partir da nossa fé, da verdade do Evangelho”, salientou.

Esta 56.ª assembleia ordinária dos bispos brasileiros surge numa altura em que o Brasil está envolto numa crise política profunda, com o foco principal na figura do ex. presidente Lula da Silva, que foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

A par desta situação, a nação lusófona tem ainda de lidar com um contexto social e económico precário, marcado pela queda do PIB, pelo aumento da inflação e do desemprego, e pela degradação das contas públicas

D. Odilo Scherer destaca a vontade dos bispos em darem um sinal de “comunhão” nesta altura difícil para o país.

“Esperamos que isto possa ajudar o nosso povo brasileiro a orientar-se no meio desta crise que estamos a atravessar”, realça o arcebispo de São Paulo.

Em cima da mesa da assembleia geral da CNBB estarão outros assuntos, como a formação de sacerdotes, a escolha dos membros que irão participar no Sínodo dos Bispos dedicado aos jovens, em outubro deste ano, e a antevisão ao Sínodo sobre a Amazónia, que o Papa Francisco convocou para 2019.

JCP

Partilhar:
Share