No dia 18 de maio, 34 bispos da colocaram o seu futuro à disposição de Francisco na sequência da investigação aos casos de pedofilia que envolvem a Igreja Católica

Cidade do Vaticano, 11 jun 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco aceitou hoje a renúncia de três bispos chilenos, informa em comunicado a Sala de Imprensa da Santa Sé.

No boletim informativo, o Vaticano informa que o Papa Francisco aceitou o pedido de renuncia do arcebispo de Puerto Montt, D. Cristián Caro Cordero, do bispo de Valparaiso, D. Gonzalo Duarte García De Cortázar, e do bispo de Osorno, D. Juan Barros Madrid.

O portal ‘Vatican News’ contextualiza que os dois primeiros bispos apresentaram a renúncia por motivos de idade, a idade prevista pelo Direito Canónico é 75 anos, e que D. Juan Barros Madrid pediu um ano sabático.

Para a Arquidiocese de Puerto Montt foi nomeando como administrador apostólico “sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis” o padre Ricardo Basilio Morales Galindo, provincial dos Mercedários no Chile.

Para a Diocese de Valparaiso, o Papa nomeou para administrador apostólico “sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis” D. Pedro Mario Ossandón Buljevic, bispo-auxiliar de Santiago do Chile.

Já para a Diocese de Osorno, segundo a Sala de Imprensa, Francisco nomeou D. Jorge Enrique Concha Cayuqueo, também bispo-auxiliar de Santiago, como administrador apostólico “sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis”.

De recordar que no passado dia 18 de maio, 34 bispos da Conferência Episcopal Chilena colocaram o seu futuro à disposição do pontífice, na sequência da investigação aos casos de pedofilia que envolvem a Igreja Católica naquele país, acusada de encobrir abusos cometidos contra crianças.

CB

Partilhar:
Share