A iniciativa digital pretende abordar diferentes formas de pobreza durante a próxima semana

Lisboa, 17 nov 2018 (Ecclesia) – O portal dos Jesuítas em Portugal, Ponto SJ, lança uma iniciativa digital “Não queremos ser surdos à voz dos pobres” onde os textos e vídeos refletem sobre a problemática da pobreza.

“A iniciativa abordará cinco formas de pobreza: as prisões, o isolamento e desacompanhamento na terceira idade, o trabalho precário, a toxicodependência, a doença e o acesso aos cuidados de saúde”, refere o comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Neste II Dia Mundial dos Pobres, assinalado este domingo, a iniciativa inicia com um texto de D. Manuel Clemente, cardeal patriarca de Lisboa, e ao longo da semana outros contributos vão sendo divulgados.

“Um conjunto de textos e vídeos que procurarão não apenas ajudar a refletir abstractamente sobre a problemática da pobreza, mas também a olhar e a ouvir pessoas e situações concretas, numa tentativa de gerar uma maior capacidade de proximidade e acolhimento e uma maior sensibilidade ao clamor dos que sofrem”, lê-se.

Esta iniciativa é levada a cabo pela Comissão do Apostolado Social dos Jesuítas em Portugal e o seu coordenador, padre jesuíta Frederico Lemos, esclarece o objetivo.

“Mais do que a uma mera reflexão pretende convidar-nos a uma mudança no nosso modo de proceder, para que a pobreza não seja um tema mas uma interpelação que nos leva ao encontro de todos os que, no seu sofrimento, precisam de ser escutados”.

Ao longo da semana serão disponibilizados diariamente, no Ponto sj, um texto e um vídeo, estando o encerramento da iniciativa atribuído a Elena Lasida, investigadora do Instituto Católico de Paris.

SN

Partilhar:
Share