Irmão David, monge português da comunidade francesa, vai estar em Aljezur

Faro, 12 jul 2018 (Ecclesia) – A Diocese do Algarve vai promover um encontro ecuménico, ligado à espiritualidade da comunidade de Taizé, que costuma ter a participação de cristãos católicos, luteranos e ortodoxos, de 7 a 9 de setembro, em Aljezur.

O jornal ‘Folha do Domingo’, informa que o bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, vai participar no encontro ecuménico destinado a jovens e adultos.

Este ano destaca-se também a presença do irmão David, o único monge português da comunidade sediada no sul da França, e que já participou nesta iniciativa em 2006 e em 2009.

De 7 a 9 de setembro, segundo a organização, os participantes “deverão ficar alojados” em casas de famílias dos Concelhos de Aljezur, Lagos e Vila do Bispo.

Cristãos católicos, luteranos e ortodoxos costumam participar no encontro diocesano Taizé no Algarve que não se realizava desde 2013 e nasceu em 2005.

O jornal diocesano ‘Folha do Domingo’ contextualiza que o Algarve recebeu uma “Pequena Fraternidade Provisória” de Taizé, com três jovens alemãs que se dedicaram ao trabalho pastoral e social, no início de 2018, mas a ligação à comunidade ecuménica francesa remete para o Concílio de Jovens, na década de 70 do século passado.

A comunidade monástica foi nasceu a 20 de agosto de 1940, com o acolhimento de perseguidos políticos, judeus e mais tarde prisioneiros alemães, por intermédio de um jovem pastor protestante suíço.

Roger Schutz nasceu em 1915, e quando tinha 25 anos decidiu rumar até França, país natal da sua mãe, e ficar na pequena aldeia de Taizé, situada a cerca de 360 quilómetros de Paris.

Atualmente, a comunidade ecuménica de Taizé é constituída por cerca de 100 irmãos de várias igrejas cristãs, incluindo a católica, e para todos o irmão Roger escreveu uma regra, inspirada na tradição beneditina e inaciana.

Na sua última carta, que não conseguiu acabar, Roger Schutz, assassinado a 16 de agosto de 2005 durante uma celebração, frisava a importância da comunidade ecuménica continuar hoje a ajudar a família humana a dar largas ao amor que Deus sente por todas as pessoas.

CB

Partilhar:
Share