D. Manuel Linda participou em encontro diocesano, com mais de 11 mil participantes

Foto: Diocese do Porto

Porto, 17 mai 2018 (Ecclesia) – O bispo do Porto quer que os alunos da Disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) “sejam as pessoas mais alegres entre os jovens”, revelou esta quarta-feira, num encontro diocesano no Parque Oriental do Porto.

“Quero somente dizer-vos uma coisa: o nosso mundo não é tão alegre como possa parecer, há muita tristeza e há quem não acredite na vida”, disse D. Manuel Linda aos mais de 11.500 alunos presentes no evento diocesano.

“Quero que vocês sejam as pessoas mais alegres de entre os jovens”, revelou no encontro de festa vivido no Parque Oriental do Porto, divulga o jornal ‘Voz Portucalense’ em informação enviada hoje à Agência ECCLESIA.

‘Faz-te próximo, a aventura do encontro’ foi o lema escolhido para a iniciativa organizada pelo Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja nas Escolas do Porto com os professores de Educação Moral e Religiosa Católica.

“Com quem posso contar para semearmos aí muita alegria de viver, muitos saltos, muitos risos, muita simpatia?”, perguntou o bispo do Porto.

“Eu também estou. Parabéns”, acrescentou, em resposta às mãos que se levantaram.

A organização do encontro diocesano de alunos de EMRC do Porto informou ainda que estiveram representados 82 agrupamentos escolares.

O diretor do Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja nas Escolas realçou que durante o ano letivo os professores de EMRC cuidam de cada aluno “como único e como pessoa que merece todo o carinho e todo o respeito”.

Segundo o professor António Madureira, no encontro diocesano os docentes dizem aos alunos que estão “com eles desde o 1.º ano até ao 12.º ano” e que, “independentemente das opções”, “se precisarem estarão de braços abertos para os acolher”.

“É a mensagem que querem colocar bem presente na vida de cada um dos alunos”, acrescentou o responsável ao jornal diocesano ‘Voz Portucalense’.

A 16.ª edição do Encontro de EMRC – Educação Moral e Religiosa Católica da Diocese do Porto contou com insufláveis, jogos, música – Fernando Daniel, DJ Kalash e KKBB – alguns “youtubers” (pessoas que criam conteúdos em vídeo e partilham na internet) e o testemunho de estudantes de Medicina da Universidade do Minho que vão em missão.

CB

Partilhar:
Share