Começou já a contagem decrescente para 17 de Outubro, Dia Mundial para a erradicação da pobreza Começou já a contagem decrescente para 17 de Outubro, Dia Mundial para a erradicação da pobreza. Neste mesmo dia, a Associação «Cais» promove iniciativas com o intuito de alertar a sociedade para a realidade quotidiana. Na Assembleia da República, pelas 11 horas, realizar-se-á uma conferência «Portugal Desigual» por Carlos Vasconcelos Cruz e será mostrada uma exposição de fotografia intitulada «Desigualdades». De tarde, a Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa) será palco do I Encontro Nacional de Actores Sociais. Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA pela Associação Cais realça-se que esta actividade é destinada a todos os que no “sector social, sem exclusão, exercem as mais variadas funções, da técnica de limpeza ao dirigente empreendedor e voluntário”. Neste contexto, Leonor Beleza fará uma conferência sobre “Actores sociais e direitos humanos”. O futuro pode ser catastrófico Ontem, em Guimarães, o presidente da Rede Europeia Anti-Pobreza Portugal (REAPN) alertou, em Guimarães, para o alastrar da pobreza a novas camadas da sociedade. O Pe. Agostinho Jardim Moreira afirmou que este fenómeno não se restringe à «pobreza económica básica», uma vez que «já atingiu a classe média e está a atingir a classe académica e ex-funcionários de grandes empresas, que começam a ficar limitados, até na venda de bens, para poder subsistir». Falando no II Encontro Regional do Norte de Pessoas em Situação de Pobreza, o sacerdote advertiu que, na actual conjuntura, «podem ir os anéis e os dedos», na medida em que tudo é imprevisível e o futuro pode ser catastrófico. «Levanta-te e Actua» contra a pobreza 2008 O “Levanta-te e Actua” é uma iniciativa global que apela a que nos dias 17 e 19 de Outubro as pessoas se levantem, exigindo que os seus governos cumpram com as promessas de acabar com a pobreza extrema e que se alcancem os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) até 2015. Um comunicado enviado à Agência ECCLESIA manifesta que esta data “representa uma excelente oportunidade para mobilizar os portugueses para que actuem contra a dura realidade da pobreza extrema”. Portugal está também associado a esta iniciativa. O comunicado relembra que diariamente morrem 50 mil pessoas de pobreza extrema e a desigualdade entre os ricos e pobres não pára de aumentar. Aproximadamente metade da população mundial vive em situação de pobreza. Em 2007, a iniciativa “Levanta-te e Actua” congregou mais de 43 milhões de pessoas em todo o mundo, quebrando o recorde Mundial do Guiness. Portugal contribuiu com mais de 65 mil vozes nesta iniciativa e foi assim o país europeu que obteve um maior número de participantes. “À semelhança do ano passado, espera-se que 2008 volte a ser um grande momento de mobilização a nível nacional acreditando que, juntos, alcançaremos pelo menos 100 mil pessoas participantes”. Estão a ser programadas diversas acções de Norte a Sul do país, como forma simbólica de luta e protesto, entre elas concertos musicais, actividades desportivas, performances teatrais, danças, tertúlias, entre muitas. O “Levanta-te e Actua” é coordenado, em Portugal, pela Pobreza Zero, Objectivo 2015, Desafio Miqueias e Oikos – cooperação e desenvolvimento, às quais se juntaram dezenas de organizações e associações de todo o país como co-organizadoras. Mais informação em www.levanta-te.org Notícias relacionadas • Pobreza está a atingir novas camadas da sociedade

Partilhar:
Share