Pais, professores e alunos enfrentam desafio do novo ano letivo

O reinício do ano letivo marca o mês de setembro, que para muitos pais, professores e alunos é de regresso de férias. O verbo recomeçar toma roupagens diferentes conforme quem o conjuga.

 

Sofia Pinto Machado, mãe de quatro filhos, conta como vai encontrando estratégias para definir prioridades, equilibrar as rotinas e ter tempo para os filhos.

Um testemunho de quem trabalha em secretariado, já esqueceu as férias, precisa da oração e da música para acalmar e valorizar o tempo em família, recomeçando a cada dia. O segredo? “Não entrar em pânico e ir fazendo uma coisa de cada vez”.

Começar o ano letivo “exaustos”, por causa da quantidade de solicitações, pode ser um desafio suplementar. Uma das soluções é a “oração diária”, diz Sofia Pinto Machado.

“Preciso muito de parar uns minutos por dia e perceber para onde é que vou”

À medida que os anos se vão repetindo e o caos se vai repetindo, sinto que vamos encontrando estratégias para que ir gerindo de maneira diferente

Recomeçar: dar aulas numa nova escola

A cada mês de setembro a professora Maria João Cruz olha o verbo “recomeçar” de forma diferente. Este ano a docente de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) tem uma nova escola, onde vai ser a única professora da disciplina. “Qualquer professor deve procurar cativar” os alunos para lhes dar uma “experiência positiva” de escola, realça.

Após ser colocada em Rio de Mouro (Sintra), onde foi “muito bem acolhida”, muitas são as questões a abordar na preparação do novo ano letivo. “A primeira coisa que uma pessoa faz é ver a distância de casa”, confessa.

Agosto é sempre o mês da expectativa

Tomás Matias é um finalista de mestrado em Eletrotecnia e Computadores. Depois de estar em Erasmus nos últimos meses regressa agora à Universidade para prosseguir os estudos. Há um sabor especial neste recomeço: o último ano do curso e o reencontro dos amigos, alguns que não vê há um ano.

“É uma mais-valia”, diz sobre a experiência na Áustria, onde participou sempre na Missa dominical.

Os desafios próximos são, sobretudo, a preparação da bênção das fitas e a elaboração da tese final.

Ao longo desta semana, o programa ECCLESIA, na Antena 1 da rádio pública, apresentou reportagens dedicadas aos recomeços do mês de setembro, em diversas áreas, como a vida eclesial, familiar e no ensino.

SN/CB/OC

Partilhar:
Share