«Todos ficamos feridos por este desumano ato de violência», afirmou Francisco

Foto Lusa, Sinagoga de Pittsburgh

Cidade do Vaticano, 28 out 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco condenou hoje o “terrível atentado” na sinagoga de Pittsburgh, nos Estados Unidos da América, apelando ao fim dos “focos de ódio” que crescem na sociedade.

“Expresso a minha proximidade à cidade Pittsburgh, nos Estados Unidos da América, em particular à comunidade hebraica, atingida ontem por um terrível atentado na sinagoga”, disse o Papa no Vaticano, após a oração do ângelus.

“O Altíssimo acolha os defunto na sua paz, conforte as suas famílias e acompanhe os feridos”, afirmou o Papa, acrescentando que “todos, na realidade,  ficamos feridos por este desumano ato de violência”.

Este sábado, Rob Bowers disparou indiscriminadamente sobre as pessoas que estavam no interior da sinagoga Árvore da Vida, na cidade norte-americana de Pittsburghm, no Estado da Pensilvânia, provocando até ao momento 11 mortos e seis feridos.

“O senhor ajude a extinguir os focos de ódio que crescem na nossa sociedade, reforçando o sentido de humanidade, o respeito pela vida, os valores morais e civis, o santo temor de Deus, que é Amor e Pai de todos”, pediu o Papa.

Como em cada domingo, Francisco encontrou-se com os peregrinos e turistas presentes na Praça de São Pedro, no Vaticano, para a oração do ângelus, onde se referiu também ao Sínodo dos Bispos que terminou hoje no Vaticano.

PR

Partilhar:
Share