Lamego, 07 dez 2018 (Ecclesia) – O bispo de Lamego preside este sábado, dia 8 de dezembro, à inauguração da exposição “In Memoriam – Dom António Francisco dos Santos”, na Santa Casa da Misericórdia de Cinfães.

Patente ao público até ao dia 30 de abril de 2019, a evocação do antigo bispo do Porto, natural de Cinfães, acontece através de uma “Exposição Coletiva de Artes Plásticas”, que tem por curadores Helena Fortunado e Bruno Marques.

Natural de Tendais, na Diocese de Lamego, D. António Francisco dos Santos foi bispo do Porto entre fevereiro de 2014 e setembro de 2017, falecendo no dia 11 desse mês, aos 69 anos, na Casa Episcopal da diocese, devido a uma complicação cardíaca.

Nomeado bispo do Porto em fevereiro de 2014, sucedendo a D. Manuel Clemente, tomou posse a 5 de abril do mesmo ano, depois de ter sido bispo de Aveiro e auxiliar de Braga.

Ordenado bispo em março de 2005, na Sé de Lamego, D. António Francisco dos Santos foi ordenado padre em dezembro de 1972.

Após os estudos no seminário da sua diocese, licenciou-se em Filosofia na ‘École Pratique de Hautes Études Sociales’, com mestrado no Instituto Católico de Paris, onde obteve ainda o diploma de Sociologia Religiosa.

Durante os estudos em Paris, foi membro da equipa sacerdotal da Paróquia de São João Batista de Neuilly-sur-Seine, assumindo a responsabilidade pastoral da comunidade portuguesa.

João Paulo II nomeou-o auxiliar de Braga, a 21 de dezembro de 2004; Bento XVI escolheu-o como bispo da Diocese de Aveiro, em setembro de 2006 e tomou posse a 8 de dezembro do mesmo ano.

Na Conferência Episcopal Portuguesa, ocupava o cargo de presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana e de vogal da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé.

PR

 

 

 

Partilhar:
Share