Lisboa, 13 nov 2018 (Ecclesia) – A Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos (OVAR) vai ser distinguida pela Assembleia da República com o Prémio Direitos Humanos 2018, a 10 de dezembro, anunciou hoje o Parlamento português.

O júri, constituído no âmbito da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, decidiu distinguir a atuação da OVAR junto da população reclusa, “designadamente através de visitas a estabelecimentos prisionais, do apoio a reclusos e suas famílias, contribuindo dessa forma para a humanização do sistema prisional e a reinserção dos reclusos”.

O Prémio Direitos Humanos 2018 foi decidido em função de duas áreas temáticas – a do apoio ao recluso e a da luta contra o racismo e a xenofobia – que marcaram a atividade da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias neste ano.

LFS

Direitos Humanos: Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos recebe prémio da Assembleia da República

 

Partilhar:
Share