Lisboa, 07 mar 2018 (Ecclesia) – A associação «Ajuda de Berço» está a celebrar 20 anos de história sendo a primeira iniciativa, dia 10 deste mês, às 15h00, no Convento São Domingos (Lisboa), que marca “o arranque oficial da nova casa da instituição”.

Ana Marques, Bagão Félix, Bárbara Guimarães, João Soares, Maria Cavaco Silva, Maria José Ritta, Margarida Prieto, Tânia Ribas de Oliveira e Teresa Caeiro são algumas das figuras que “confirmaram presença” para a missa de ação de graças e bênção da primeira pedra da nova casa presidida pelo cardeal patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Com a nova casa, a associação pretende “aumentar a capacidade de resposta, o tempo de permanência e melhorar as condições de acolhimento”, frisa a nota.

A nova casa será num terreno “cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, em Benfica, e terá capacidade para 16 crianças doentes (dos seis aos 16 anos) e as 20 crianças (dos zero aos três anos) que estão atualmente na casa da Avenida de Ceuta”, sublinha a nota.

Ao longo destes anos, a «Ajuda de Berço» já “acolheu 368 crianças e tem como missão o encaminhamento para uma vida digna, seja no regresso à família biológica ou na integração numa família de adoção”.

A «Ajuda de Berço» defende a vida em “qualquer circunstância, reconhecendo e promovendo a dignidade humana através do acolhimento e encaminhamento de crianças, desde o nascimento até aos três anos, que não possam viver com os seus pais ou familiares”, refere.

A Ajuda de Berço foi fundada a 12 de março de 1998 e tem como objetivo o “acolhimento de crianças até aos 3 anos, necessitadas de proteção urgente face a situações que as colocam em risco, tais como: maus tratos, abusos sexuais, negligências várias e abandono”.

LFS

Partilhar:
Share