Guimarães, 19 set 2018 (Ecclesia) – O Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização (IEAC-GO) promove, de 21 a 24 de fevereiro, em Guimarães, o I Congresso internacional «A Morte: Leituras da Humana Condição».

Esta atividade, a realizar no Centro Cultural Vila Flor daquela cidade, propõe-se abordar o tema da morte num “amplo leque interdisciplinar, incluindo as ciências sociais humanas, as artes, as ciências médicas e as novas tecnociências”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Entre os oradores confirmados encontra-se Ricardo Araújo Pereira, D. José Cordeiro, Luciano Manicardi, Sofia Reimão, Annabela Rita, José Carlos Seabra Pereira, Noa Carballa Rivas, Victoria Cava, Rodrigo Almeida e Sousa, Jorge Bacelar Gouveia, Eduardo Duque, Isabel Ponce Leão, Micaela Ramon, Isabel Galriça Neto, Manuel Barbosa, Tiago Cavaco, Marco Daniel Duarte, José A. Carvalho, Alexandre Brito, Eduardo Madureira e Luís António Santos, Lúcia Gonçalves e Nuno Gil, informa a organização.

A realização do congresso assenta num quadro que “parte do princípio universal do humano como um ser mortal e simultaneamente deseja dar vida ao sonho de imortalidade”, lê-se no comunicado.

Paulo Alves e Eugénia Abrantes Magalhães presidem, respetivamente, à Comissão Científica e à Comissão Organizadora do Congresso Internacional.

O Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização (IEAC-GO) é uma associação privada, sem fins lucrativos, formalmente constituída por 24 membros fundadores, no dia 23 de dezembro de 2017, no Santuário de Fátima.

LFS

Partilhar:
Share