Porto, 19 out 2018 (Ecclesia) – O presidente da República vai condecorar o primeiro diretor do Instituto de Bioética da Universidade Católica Portuguesa, o professor Walter Osswald, com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito da Instrução Pública, no dia 24 de outubro, no Porto.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o núcleo regional da UCP no Porto informa que a sessão de condecoração, a partir das 16h00, vai realizar-se no Auditório Carvalho Guerra, no campus Foz da instituição, e é aberta ao público, mas de inscrição prévia.

Marcelo Rebelo de Sousa vai distinguir Walter Osswald com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito da Instrução Pública e a instituição de ensino destaca a presença da reitora da Universidade Católica Portuguesa, Isabel Capeloa Gil, e da comunidade académica.

A UCP-Porto realça que o seu provedor de Ética é uma “figura incontornável da história do país e da universidade”, o primeiro diretor do Instituto de Bioética da instituição, autor de mais de 500 artigos, vários livros e publicações, que “perpassam todo o seu saber informado e a sua empenhada dedicação às causas humanistas”.

No dia 20 de setembro, o referido instituto da Universidade Católica Portuguesa promoveu uma sessão de homenagem a Walter Osswald pelos seus 91 anos de vida e o presidente da República Portuguesa, numa mensagem-vídeo, anunciou a atribuição da distinção.

Nasceu no Porto a 20 de setembro de 1928, cidade onde se licenciou, com 19 valores, em 1951, e doutorou, em 1958, na Faculdade de Medicina onde se tornou professor catedrático em 1972.

Em 2008, Walter Osswald recebeu doutoramento “honoris causa” pela Universidade de Coimbra – pelo seu estatuto de cientista e universitário defensor dos princípios bioéticos – e a Grã-Cruz da Ordem de Sant’Iago de Espada e a Igreja Católica distinguiu-o com o Prémio Árvore da Vida-Padre Manuel Antunes, em 2016.

CB

Partilhar:
Share