O Papa Francisco tornou “venerável” este sacerdote português

Fátima, 14 abr 2018 (Ecclesia) – O reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, disse ter recebido “com grande alegria e regozijo”, este sábado, o reconhecimento por parte do Papa Francisco das “virtudes heróicas” do cónego Formigão, revelou o comunicado publicado do site do santuário.

“É com grande alegria e regozijo que vemos este reconhecimento” que, por um lado “revela que o cónego Formigão foi um grande apóstolo de Fátima” mas, por outro, “também mostra o reconhecimento da igreja pela forma exemplar como viveu e conduziu a sua vida”, disse o responsável pelo Santuário de Fátima.

O padre Carlos Cabecinhas referiu ainda que este reconhecimento sinaliza Fátima, como uma “escola de santidade”.

“O reitor do Santuário endereça ainda os parabéns à congregação das Irmãs Reparadoras de Nossa Senhora de Fátima, fundada pelo sacerdote que foi figura incontornável na investigação às Aparições na Cova da Iria”, pode ler-se.

O Papa abriu hoje caminho à beatificação do sacerdote português Manuel Formigão, conhecido pelo “apostólico de Fátima, figura central na investigação e divulgação das Aparições na Cova da Iria.

Francisco aprovou a publicação do decreto que reconhece as “virtudes heróicas” do cónego Formigão, após uma audiência concedida ao prefeito da Congregação para as Causas dos Santos (Santa Sé), cardeal Angelo Amato.

SN/OC

Vaticano/Portugal: Papa abre caminho à beatificação do cónego Formigão, «apóstolo de Fátima»

Partilhar:
Share