São esperados mais de mil participantes provenientes de países como Omã, Kuwait e Bahrein 

Cidade do Vaticano, 26 out 2018 (Ecclesia) – Mais de mil jovens e adultos, com idades entre os 18 e os 35 anos, começam hoje a participar nos Emirados Árabes Unidos na edição de este ano da Conferência da Juventude Católica na Arábia.

O portal Vatican News realça que este será “o maior encontro de jovens católicos já realizado num país da Península Arábica, com participantes provenientes de Omã, Kuwait, Bahrein, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos” e também “um grupo do Reino Hashemita da Jordânia”.

O evento, que decorre esta sexta-feira e sábado no Emirado de Ras al Khaimah, tem como tema ‘Não temas, Maria, porque achaste graça diante do Senhor’, na linha da temática mariana que vai dominar a próxima jornada mundial da juventude, de 22 a 27 de janeiro de 2019, no Panamá.

As atividades são acolhidas por uma igreja dedicada a Santo António de Pádua, em Ras al Khaimah.

O vigário apostólico para a Arábia Meridional, D. Paul Hinder, frisa que o encontro pretende encorajar os mais novos “a não terem medo e a reconhecerem que a sua preciosa dignidade não é o resultado de um reconhecimento por parte dos poderes e das autoridades deste mundo, mas vem de Deus”.

É neste sentido que Maria “pode ensinar aos participantes a viverem de maneira única a condição de filhos de Deus e a irradiar amor, alegria e paz no mundo”, acrescenta aquele responsável.

Esta atividade para jovens católicos da região árabe quer também responder ao desafio do Papa Francisco, de uma Igreja capaz de “ir ao encontro dos jovens nos seus contextos de vida” e lançar um olhar atento para os trabalhos do Sínodo dos Bispos que está em marcha no Vaticano, que é precisamente dedicado aos mais novos.

Entre os oradores da iniciativa destacam-se nomes como o arcebispo de Camberra (Austrália) D. Christopher Prowse; o escritor inglês John Pridmore, que tem uma história pessoa de conversão, de uma vida de crime ao encontro com a fé católica; o pregador ganês Mark Nimo, membro ativo da Renovação Carismática Católica; e o sacerdote jordano Wissam Mansour.

Realce também para a participação de D. Camillo Ballin, vigário apostólico da Arábia Setentrional, e do arcebispo Francisco Montecillo Padilla, núncio apostólico (representante diplomático da Santa Sé) no Kuwait, Bahrein e Emirados Árabes Unidos, e delegado apostólico na Península Arábica.

JCP

Partilhar:
Share