Francisco encontrou-se hoje com um grupo de estudantes e professores de astrofísica

Cidade do Vaticano, 14 jun 2018 (Ecclesia) – O Papa recebeu hoje em audiência no Vaticano um grupo de professores e estudantes da Escola de Astrofísica de Verão, promovida pelo Observatório de Astronomia da Santa Sé.

Na sua intervenção, partilhada pela sala de imprensa da Santa Sé, Francisco vincou a importância de Fé e Ciência colaborarem em ordem à “compreensão do universo”.

O Papa defendeu igualmente a necessidade de encarar a investigação dos astros como uma descoberta permanente, franca e aberta, com a consciência de que não chega ficar numa “agnosticismo cómodo”.

A 16.ª Escola de Astrofísica de Verão está a decorrer até 29 de junho e envolve alunos e docentes provenientes de diversos países e continentes.

O tema deste ano está relacionado com o estudo das chamadas estrelas variáveis, à luz das últimas descobertas científicas.

“Esses estudos vêm do esforço de colaboração de muitas nações e do trabalho comum de muitos cientistas. Como emergirá claramente desta escola, só trabalhando em conjunto, em equipa, é que vocês poderão dar um sentido a todas estas novas descobertas”, lembrou Francisco.

O Papa desafiou depois os alunos a estudarem sempre os astros com um olhar científico mas também “metafísico” e de “fé”, com a consciência de que “existem muitas coisas que não sabem”.

“É a harmonia entre estes diferentes níveis de conhecimento que nos leva à compreensão”, apontou, recordando ainda a missão do homem, como ser pensante e racional, de contribuir para um “universo cada vez mais consciente de si e Daquele que o criou”.

JCP

Partilhar:
Share