Luanda, 06 jun 2018 (Ecclesia) – A emissora católica angolana Rádio ‘Ecclesia’ destaca que as suas emissões satisfazem as comunidades nas dioceses, numa análise após ter sido reiniciado o processo de extensão do seu sinal, desde a autorização do presidente angolano João Lourenço.

No seu sítio na internet, a rádio católica angolana realça que o vice-presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), D. José Manuel Imbamba, disse que o sentimento das comunidades “também se reflete nas dioceses onde a emissão já é uma realidade”.

Atualmente, e “em regime experimental”, as emissões da rádio Ecclesia já chegam a cinco das 18 províncias angolanas: Benguela, Lunda-Sul, Bengo, Moxico, Malanje e Kuando-Kubango.

De contextualizar que depois de vários anos confinada à capital Lunda, o processo de extensão do sinal da rádio foi “reiniciado com o anúncio público” do presidente angolano, João Lourenço, que pediu respeito pela Lei da Radiodifusão.

O consentimento para expansão do sinal da Rádio Ecclesia de Luanda para todo o país foi dada a 8 de janeiro e as dioceses começaram a desenvolver esforços para “materializar esse desejo”.

Segundo D. José Manuel Imbamba, porta-voz da CEAST, o estado “obsoleto de alguns equipamentos como emissor” está atrasar o processo de implementação.

A Rádio Ecclesia divulga ainda que o também arcebispo de Saurimo (capital da província angolana da Lunda-Sul) salientou aos “fiéis das demais dioceses” que vão ouvir a emissora católica.

CB

Partilhar:
Share